Morre Mila Moreira, uma das primeiras modelos a virar atriz, aos 75 anos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
**ARQUIVO** SÃO PAULO, SP, 28-10-2014: A atriz Mila Moreira em um evento em São Paulo. (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)
**ARQUIVO** SÃO PAULO, SP, 28-10-2014: A atriz Mila Moreira em um evento em São Paulo. (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Presença recorrente na Globo —foram mais de 20 novelas—, a atriz Mila Moreira morreu na madrugada desta segunda. A informação foi confirmada pelo hospital CopaStar, na zona sul carioca. Segundo uma pessoa próxima da família, a atriz teve uma gastroenterite em Paraty, no litoral fluminense, e foi internada na emergência do hospital.

Moreira começou a carreira de modelo aos 14 anos. À época, ela venceu o concurso Miss Luzes da Cidade, organizado pelo jornal Última Hora, se fazendo passar por maior de 16 anos. Na década de 1960, foi contratada pela Rhodia, se tornando uma estrela dos eventos de moda feitos para promover os fios sintéticos da empresa.

Com uma passagem incidental pela TV quando substituiu um jurado no programa do apresentador Chacrinha, a estreia de Moreira nas novelas veio com "Marron Glacê", em 1979. Nela, interpretava uma jovem viúva responsável por atender os fregueses e cuidar do bufê que dava nome à produção.

"Quando virei atriz, todo mundo criticava. Houve muito preconceito dos colegas. Achavam que eu era caso do Cassiano [Gabus Mendes, dramaturgo]", ela contou em entrevista a este jornal há cinco anos.

Moreira destacava a generosidade de Fernanda Montenegro e Sônia Braga no início de sua carreira como atriz. "Duas pessoas foram muito generosas comigo. Tenho na memória Fernanda Montenegro, ainda na Bandeirantes, que um dia atravessou a rua para me dizer parabéns, e Sônia Braga, já na Globo, que fez questão de me cumprimentar e dizer que eu era linda."

Ao longo dos mais de 30 anos em que fez novelas na emissora, participou de obras como "Plumas e Paetês", "Ti Ti Ti" e "O Astro". "A Lei do Amor", novela de 2016, foi sua última produção para a TV.

Pelo Instagram, a atriz Lilia Cabral homenageou a colega. "Mila, querida, você sabe o quanto eu gosto de você, vou continuar te amando, lembrando de muitos momentos divertidos, lembrando de todos os conselhos e ensinamentos. Deixo o meu carinho aos familiares e amigos. Obrigada por tudo!"

Também atriz que contracenou com Moreira, Regina Alves declarou no Twitter: "Muito triste acordar e saber da partida da querida Mila Moreira, excelente atriz que eu tive a sorte de trabalhar junto por duas vezes. Dona de uma simpatia e elegância únicas. Meus sentimentos aos familiares e amigos."

Tendo vivido em meio a grandes artistas desde cedo, Moreira admitia que gostaria de contar os casos "engraçados e picantes" que viu, mas nunca quis revelar detalhes publicamente sem o consentimento dos afetados. "Não tem graça contar sem dar nomes", ela disse.

"Sou uma soma de tudo isso. Tive grandes paixões. No auge da bossa nova, namorei com Ronaldo Bôscoli, logo depois de me separar do Lívio [Rangan, empresário da Rhodia]. Com o Gracindo Júnior, durante a novela, foi uma loucura."

"Tive também muitas oportunidades na vida. Tenho amigos no mundo inteiro. Prezo amizade mais do que família", dela disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos