Morre Hilary Mantel, premiada autora britânica da trilogia "Wolf Hall"

Hilary Mantel em Londres

Por Kylie MacLellan

LONDRES (Reuters) - Hilary Mantel, a autora best-seller britânica premiada pela trilogia da dinastia Tudor, "Wolf Hall", morreu na quinta-feira aos 70 anos, disse sua editora nesta sexta-feira.

"Wolf Hall", publicado em 2009, e sua sequência "Bring Up the Bodies", publicada três anos depois, juntos venderam mais de 5 milhões de cópias em todo o mundo e ambos ganharam o Booker Prize, uma vitória inédita para dois livros da mesma trilogia.

O final da série, "The Mirror & the Light", foi publicado em março de 2020.

"É com grande tristeza que a HarperCollins anuncia que a autora best-seller Dame Hilary Mantel DBE morreu pacificamente, cercada por familiares e amigos próximos, ontem", informou um comunicado no site de sua editora 4th Estate Books, de propriedade da HarperCollins.

A trilogia "Wolf Hall", que foi publicada pela BBC, traçou a vida de Thomas Cromwell, filho de ferreiro e que se tornou o conselheiro mais poderoso do rei Henrique 8º, apenas para cair em desgraça e encontrar um fim horrível.

"Sua sagacidade, ousadia estilística, ambição criativa e visão histórica fenomenal a marcam como uma das maiores romancistas do nosso tempo", afirmou seu agente Bill Hamilton.

Hamilton disse que Mantel, que falou de dores e fadiga prolongadas causadas pela endometriose, lidou "corajosamente" com problemas crônicos de saúde.

(Reportagem de Kylie MacLellan, Reportagem adicional de Farouq Suleiman)