Morre Hal Holbrook, ator indicado ao Oscar por 'Na Natureza Selvagem', aos 95

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Hal Holbrook, veterano do teatro que coroou sua carreira com uma indicação ao Oscar por "Na Natureza Selvagem", morreu nesta segunda-feira aos 95 anos. No filme dirigido por Sean Penn em 2007, ele interpretou Ron Franz, um veterano de guerra na casa dos 80 anos que se oferece para adotar o protagonista Chris McCandless como seu neto depois de se afeiçoar a ele. Na época, com 83 anos, Holbrook foi o intérprete mais velho a ser indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante --a única nomeação do filme, além de melhor montagem. Acabou perdendo para o Javier Bardem de "Onde os Fracos Não Têm Vez". Em 1976, ele foi responsável por dar vida àquele que talvez foi o informante mais famoso do cinema, o Garganta Profunda do thriller "Todos os Homens do Presidente". Holbrook também ficou famoso nos Estados Unidos por interpretar durante décadas o escritor Mark Twain em monólogos na Broadway e em diversas casas de espetáculo ao redor do país--que lhe renderam um prêmio Tony, a maior honraria do teatro americano--, assim como em adaptações televisivas. O americano nascido em Cleveland, no estado de Ohio, também venceu quatro Emmys por diversos papéis nos anos 1970 e 1980. Mais recentemente, ele pôde ser visto em participações em séries de prestígio como "Família Soprano" e "Filhos da Anarquia" e em filmes como "Lincoln".