Moro: Lula e Bolsonaro são ‘extremos’ a serem ‘evitados’

Em entrevista exclusiva à AFP, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, criticou alguns pontos da atual administração. Além disso, comparou Bolsonaro a Lula e disse que são dois ‘extremos’ que devem ser ‘evitados’.