Morgan Freeman divide opiniões nas redes com discurso de inclusão na Copa

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator norte-americano Morgan Freeman, 85, entrou para os assuntos mais comentados do Twitter neste domingo (20) ao fazer um discurso sobre diversidade e inclusão na abertura da Copa do Mundo do Qatar. A participação do astro de Hollywood dividiu a opinião de internautas por ele estar em um país que viola os direitos humanos.

"Morgan Freeman falando para um rapaz sem as pernas sobre aceitação e diversidade na abertura da Copa num dos países mais misóginos e preconceituosos do mundo. Copa do Mundo no mínimo curiosa", tuitou um internauta. "Foi simplesmente épico", comentou uma mulher na rede social.

Uma usuária elogiou a participação do ator na cerimônia. "O Morgan Freeman apareceu hoje na abertura da Copa do mundo, pleno dia 20 de novembro, para dizer que não importa o Dia da Consciência Negra, ele quer a consciência humana."

Outro internauta destacou que parece incompatível o ator que interpretou Nelson Mandela falar na abertura da Copa no Qatar. "Parece antagônico, mas não, o que nos une, não pode ser maior, do aquilo que nos separa. Viva a diversidade!"

Por outro lado, internautas criticaram a participação do ator na cerimônia no Dia da Consciência Negra–data comemorada no Brasil. "Colocaram Morgan Freeman na abertura da Copa do Mundo bem no Dia da Consciência Negra. Isso foi para provocar o Brasil, não é possível", escreveu um usuário da rede social.

"Ninguém tava lembrando que era o Dia da Consciência Negra por causa da Copa do Mundo, aí meteram logo o Morgan Freeman na abertura... Não será dessa vez que passaremos ilesos pelo famigerado "consciência humana", tuitou um internauta.

"Morgan Freeman na abertura de uma Copa do Mundo exatamente no dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, no Qatar, um país conhecido por violar vários direitos humanos. Este é o tuite", escreveu outro na rede social.