Moraes bloqueia contas bancárias de suspeitos de financiar manifestações antidemocráticas

Alexandre de Moraes - Valter Campanato - Agencia Brasil credit:Bang Showbiz
Alexandre de Moraes - Valter Campanato - Agencia Brasil credit:Bang Showbiz

Alexandre de Moraes mandou bloquear mais de 40 contas bancárias pertencentes a pessoas físicas e jurídicas suspeitas de financiar manifestações antidemocráticas.

O ministro do STF justificou a decisão citando o "deslocamento inautêntico e coordenado de caminhões para Brasília com fins de rompimento da ordem constitucional", o que, segundo ele, pode configurar o crime de ''Abolição Violenta do Estado Democrático de Direito".

"Verifica-se o abuso reiterado do direito de reunião, direcionado, ilícita e criminosamente, para propagar o descumprimento e desrespeito ao resultado do pleito eleitoral para Presidente e vice-presidente da República, cujo resultado foi proclamado pelo Tribunal Superior Eleitoral em 30/10/2022, com consequente rompimento do Estado Democrático de Direito e a instalação de um regime de exceção", escreveu o presidente do TSE.

"Assim, torna-se necessário, adequado e urgente o bloqueio das contas bancárias dos investigados, diante da possibilidade de utilização de recursos para o financiamento de atos ilícitos e antidemocráticos, com objetivo de interromper a lesão ou ameaça a direito", finalizou o ministro.

Nas redes sociais, a reação à determinação de Moraes foi polarizada.

"URGENTE!! Alexandre de Moraes acaba de determinar o BLOQUEIO DE CONTAS de 43 empresas que financiam manifestações golpistas!! Vários empresários bolsonaristas MULTIMILIONÁRIOS acabam de ter todas as contas BLOQUEADAS!! GRANDE DIA!! A prisão vem já já!!!", escreveu um usuário do Twitter.

"Judiciário brasileiro, em especial STF, desmoralizado por soltar bandidos, agora decide em decisão monocrática de Alexandre de Moraes bloquear ilegal e inconstitucionalmente contas de quem protesta contra... BANDIDOS! Tem inversão de valor maior?", disparou um internauta.

"O ministro Alexandre de Moraes, ao arrepio do devido processo legal, determinou o bloqueio de contas bancárias de inúmeros empresários que estariam participando de manifestações em Brasília. Virou um faroeste jurídico! A lei no Brasil é letra morta", criticou uma usuária da plataforma digital.

"Alexandre de Moraes mandou bloquear todas as contas bancárias de 43 empresas que financiaram atos golpistas. Esses fascistas estavam achando que iam ficar impunes?", questionou um internauta.