MoMA fecha as portas e cancela eventos devido ao coronavírus

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Museu de Arte Moderna de Nova York anunciou que irá cessar temporariamente suas atividades até o dia 30 de março.

Além das unidades de Manhattan e do Queens, ficarão fechados as lojas MoMA Design.

A justificativa é o surto de coronavírus. "Nada é mais importante para nós do que sua saúde e segurança, e assumimos seriamente nossa responsabilidade como instituições cívicas que servem ao bem público. Com isso em mente, após consultar especialistas em saúde pública e autoridades municipais e estaduais, fechamos temporariamente", diz o comunicado.

Segundo a nota, não houve casos confirmados de coronavírus entre os funcionários da instituição.

O museu continuará atualizando o conteúdo de sua revista online, de seu podcast e também segue oferecendo seus cursos gratuitos online.

O MoMA havia ficado quatro meses para reforma e ampliação, entre junho e outubro do ano passado.

Os Estados Unidos declararam estado de emergência nacional na tarde desta sexta (13) devido à pandemia. A medida permite ao Executivo usar US$ 50 bilhões para combater o vírus.

Nos EUA, há até o momento 1.920 casos confirmados e 41 mortes registradas.