Mogwai bate gigantes do pop e atinge o topo da parada britânica com novo disco

JOÃO PERASSOLO
·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quem acompanha a influente parada de música britânica teve uma surpresa no final de fevereiro. Com sua mistura de rock pesado e texturas eletrônicas em faixas que não raro ultrapassam os sete minutos, os escoceses do Mogwai atingiram o topo do ranking no último dia 26, desbancando, mesmo que apenas por uma semana, gigantes do pop como Dua Lipa e Ariana Grande e uma das bandas mais populares de hoje, o Foo Fighters. Por que o grupo que ajudou a forjar o estilo de música conhecido como pós-rock chegou ao topo somente agora, quando seu primeiro single completa 25 anos de lançamento, e não antes? "Honestamente, não sei. Talvez a nossa música faça bastante sentido neste ano meio estranho que estamos tendo. É uma música muito pessoal, e as pessoas usaram a música para lhes ajudarem a atravessar o último ano. Isto talvez seja uma das razões", diz o guitarrista e vocalista Stuart Braithwaite, em entrevista por videoconferência. O quarteto de Glasgow acaba de lançar seu décimo disco de estúdio, o ótimo "As the Love Continues", escrito e gravado durante a pandemia. Apesar de contar com as tradicionais paisagens sonoras alternadamente expansivas e pesadas do grupo, as faixas do novo álbum soam mais coesas e bem amarradas em comparação às do disco anterior, "Every Country's Sun", de 2017. Não é difícil imaginar uma nova leva de fãs fuçando a discografia antiga da banda a partir do atual trabalho. Entre uma bocejada e outra, Braithwaite afirma considerar "As the Love Continues" um disco totalmente completo, no sentido de bem acabado, e que talvez a banda pudesse ter trabalhado um pouco mais nos outros álbuns. "Nós não pensamos muito a respeito da nossa música, nós só a fazemos e pensamos nela depois. Acho que o [novo] disco tem um 'feeling' positivo, não soa sombrio, apesar de [2020] ter sido um ano sombrio", acrescenta, se dizendo muito feliz com o resultado. Das onze faixas de "As the Love Continues", apenas duas têm vocais, inteligíveis em apenas uma delas, a mais acessível "Richie Sacramento". Braithwaite, que escreveu e canta a letra da música, cujo título faz uma brincadeira com o nome do pianista japonês Ryuichi Sakamoto, diz que esta canção era diferente para a banda, pois o grupo tende a usar a voz como se fosse um instrumento, e não da forma tradicional, como colocada aqui. Não à toa este foi um dos singles escolhidos para antecipar o lançamento do disco. Afora esta faixa, realmente uma novidade para a banda, o disco novo soa naturalmente como Mogwai, talvez devido à produção de Dave Fridmann, que já havia trabalhado com o grupo em três outros álbuns. "Pet Stains", por exemplo, começa calma e ganha complexidade e mais instrumentos com o passar dos minutos, explode numa parede de barulho depois da metade e volta a ser um dedilhado suave de guitarra até acabar. "Midnight Flight" tem estrutura semelhante, mas a apoteose aqui se dá em torno de elementos eletrônicos e do arranjo de cordas composto por Atticus Ross, metade do Nine Inch Nails. O fato de o disco ter atingido o topo da parada britânica é ainda mais surpreendente levando em conta que a banda não tem o apoio de uma grande gravadora, e lança suas músicas de maneira independente, por seu pequeno selo próprio, o Rock Action Records, que conta também com outros nomes queridos pelo underground roqueiro, como Arab Strap, The Twilight Sad e Swervedriver. Mas uma consulta ao site do ranking indica que o primeiro lugar poderia chegar a qualquer momento: os dois álbuns de estúdio anteriores do Mogwai estiveram no top 10. Desta vez, contudo, a banda contou com uma campanha espontânea nas redes sociais, com músicos como Robert Smith (vocalista do The Cure) e Tim Burgess (vocalista do Charlatans), e o ator Elijah Wood postando a hasthatg #Mogwai4Number1, ou Mogwai para o número 1, e pedindo aos fãs que comprassem o disco novo -o álbum fechou sua semana de lançamento como o vinil mais vendido no Reino Unido. Funcionou. AS THE LOVE CONTINUES Onde Nas plataformas de streaming Autor Mogwai Gravadora Rock Action Records