Modelo choca banhistas com maiô pintado no corpo

·2 minuto de leitura

Uma modelo chocou os frequentadores de uma praia ao dar um mergulho usando apenas um maiô "nu", que na verdade era uma pintura corporal.

O visual de Kapila May foi feito pelo artista de pintura corporal Paul Roustan, que conseguiu enganar milhares de pessoas com uma pintura realística de traje de banho.

Kapila May foi a praia com a pintura no corpo. (Foto: Caters News)
Kapila May foi a praia com a pintura no corpo. (Foto: Caters News)

Leia também 

Paul compartilhou um vídeo de Kapila em que ela pode ser vista caminhando tranquilamente entre centenas de pessoas vestindo apenas a pintura corporal. Aparentemente, o truque funcionou, pois só algumas pessoas notaram que havia algo diferente na roupa da modelo.

A façanha recebeu milhares de visualizações. Inclusive, alguns dos comentários perguntavam se ela não estava mesmo vestindo roupas.

"Acho fascinante enganar o público, sou um pouco rebelde e destemido, e gosto da ideia de fazer coisas que as pessoas não percebem", disse Paul.

"A maior parte das pessoas que estavam na praia usavam trajes de banho menores do que o maiô que eu pintei na modelo, que era modesto, comparado ao que costumamos ver", ele continuou.

"Eu diria que cinco por cento das pessoas notaram que ela estava nua, e muitas pessoas tiveram que perguntar, porque a pintura engana o olhar."

A modelo achava seu maiô
A modelo achava seu maiô "mais modesto" do que alguns outros estilos de praia (Foto: Caters News)

"Eu estou sempre pronto para cobrir a modelo se algo der errado, pois a intenção do meu trabalho é respeitosa."

O artista californiano costuma levar cerca de três horas para pintar as modelos e agora seu trabalho é solicitado em todos os cantos do mundo.

"Eu fazia ilustrações para uma revista para adultos em 2005 e sugeri pintar uma modelo para um ensaio fotográfico usando pintura corporal. E a ideia pegou", disse ele.

"Quando vejo um lugar interessante, já penso em colocar uma pessoa lá e pintar algo relevante, mas normalmente são os interesses da modelo que inspiram a obra."

Segundo o artista, a roupa que ele pintou foi tão convincente para algumas pessoas que elas vieram conversar com ele e com a modelo durante a filmagem.

"As pessoas não notavam, pois não achavam que era possível. Algumas notavam e ficavam muito animadas, mal podiam acreditar no resultado", ele acrescentou.

"Eu pinto diferentes modelos, mas sempre proponho situações com as quais eu sei que elas podem lidar."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos