Broche de urso e lady in red: os detalhes do look de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (Foto: Marcelo Sa Barreto / AgNews)
Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (Foto: Marcelo Sa Barreto / AgNews)

Resumo da Notícia:

  • Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank curtiram juntos o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

  • Ele concorria a Melhor Ator por sua atuação em "Marighella", como Lúcio

  • Giovanna aproveitou a noite com um look all red e comentou sobre política

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank são um casal referência e quando o assunto é tapete vermelho eles não deixam a desejar. Os dois participaram da 21ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro e te contamos tudo do look escolhido para o evento.

Bruno estava concorrendo a "Melhor Ator" por seu Lúcio, de “Marighella”, e Giovanna acompanhou o marido e prestigiou a premiação. Ela escolheu um look all red para o tapete vermelho. “Lady in red”, brincou. Com clara posição política, ela acrescentou: “É Lula”.

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (Foto: Marcelo Sa Barreto / AgNews)
Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (Foto: Marcelo Sa Barreto / AgNews)

Já Bruno escolheu um conjunto all black, sem camisa social - ele usou uma t-shirt no lugar -, e pontos de cor: um broche de urso vermelho e, na boca, o batom que Giovanna usava e foi transferido com um beijo. O Yahoo perguntou se o urso era uma referência à lenda da URSAL.

“Pegou? Não preciso dizer mais nada. Na verdade estreamos ‘Marighella’ em Berlim, no Festival, e ganhei este broche lá e quis usar hoje. Mas não preciso falar nada, né? Está dito. (risos)”, respondeu Bruno com bom humor.

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (Foto: Marcelo Sa Barreto / AgNews)
Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (Foto: Marcelo Sa Barreto / AgNews)

O ator ainda comentou sobre o momento político que o Brasil viverá os próximos 50 dias que se apresentam: “Hoje é um dia potente. Penso muito no futuro dos meus filhos e penso muito no que quero propagar, no que quero deixar. Somos o que temos e o que propagamos. Quero propagar o amor, mas também é preciso propagar o combate. Precisamos combater”, concluiu.