Mitos e verdades sobre o câncer é tema de ação na Avenida Paulista

Ludimila Honorato


A visão de que o câncer é uma sentença de morte ainda é comum e assusta muitas pessoas, mesmo diante dos avanços médicos que possibilitam a cura e uma vida normal em caso de doença crônica.

O imaginário popular também está repleto de crenças sobre tumores e é para ajudar a desmistificá-las que o Instituto Oncoguia promove, nesta terça-feira, 4, uma ação na Avenida Paulista, em frente à Fiesp.

Especialistas da ONG e pessoas que tiveram ou têm a enfermidade marcarão presença para conversar abertamente com o público. A data marca o Dia Mundial de Combate ao Câncer, celebrado anualmente em 4 de fevereiro.

Das 10h30 às 14h, quem passar em frente à federação vai poder entender melhor sobre a doença e o que se tem de novo no âmbito de tratamentos.

"As boas notícias do mundo do câncer existem, mas as pessoas não ficam sabendo. Se você se permitir chegar perto, verá que é verdade que pacientes estão vivendo de outro jeito, o tratamento é mais leve", diz Luciana Holtz, presidente do Oncoguia.

No site da instituição, há algumas frases que dão um vislumbre sobre as dúvidas que ainda persistem sobre o câncer. "Tumores são hereditários? A doença é contagiosa? Desodorante antiperspirante causa câncer de mama?".

Essas e outras questões serão respondidas por especialistas da ONG e pelos pacientes, que vão compartilhar as próprias histórias. O encontro é na Avenida Paulista, 1.313.

VEJA TAMBÉM: Mitos e verdades sobre o câncer de mama