Mitos e verdades sobre a Educação a Distância

*Conteúdo apresentado por Senac EAD

Transformação. Essa é a palavra que melhor define o momento atual vivido pela educação no Brasil, graças ao crescimento vertiginoso da Educação a Distância (EaD). Em pouco mais de uma década, houve uma explosão de alunos optando por este modelo - a alta chega a 3.327% entre 2004 e 2018, indo de 60 mil para 2,06 milhões. E as projeções apontam que, em 2023, o número de matriculados em cursos de ensino superior de EaD no País superará, pela primeira vez, a quantidade de estudantes na modalidade presencial, segundo a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes).

Mas, ainda assim, há quem fique com a pulga atrás da orelha e questione se as aulas de EaD são tão produtivas quanto as presenciais e até se o diploma de uma graduação com grade on-line tem o mesmo peso no mercado de trabalho e na área acadêmica. Para acabar com essas dúvidas de vez, esclarecemos aqui alguns pontos principais sobre o assunto. Afinal, quem opta por este modelo de ensino não tem do que se queixar. Muito pelo contrário.

Reconhecimento

Esqueça o papo de que uma faculdade EaD não é reconhecida ou tem peso menor. Uma graduação a distância possui o mesmo valor da presencial. É claro, desde que seja reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) - como é o caso de todos os cursos oferecidos pelo Senac EAD. 

É importante destacar que o diploma universitário não sai com um carimbo ou observação apontando que o aluno se formou em EaD. O mesmo vale para outros documentos que comprovam a conclusão do curso, como histórico escolar, certificado provisório ou declaração de conclusão.

Avaliações

Pois outro mito é que nos cursos EaD não há a realização de provas, o que tornaria tudo mais fácil e tiraria o prestígio do diploma. Pura balela. Há provas realizadas em ambiente virtual rotineiramente e exames que são aplicados presencialmente, por determinação legal, no polo ao qual o aluno está matriculado. 

Assim como na faculdade presencial, quem não faz a avaliação não passa de ano e não se forma. E quem ajuda a colocar os “pingos nos is” é a empresária Monique Basso, de 31 anos, moradora de São Caetano do Sul (SP) e aluna do 2º período de Gestão Comercial EaD do Senac.

"Optei pelo curso EaD por conta das minhas empresas e da minha rotina, pois não poderia ir todas as noites a uma faculdade para as aulas presenciais. Confesso que, no início, achava o EaD algo tranquilo. Entretanto, hoje posso dizer que optar por essa modalidade não é para qualquer um. Mudei meu pensamento. É preciso muita disciplina, comprometimento, responsabilidade e foco. Não existe aquilo que EaD é algo para preguiçoso. E no Senac, há uma dedicação incrível de professores e tutores, além de toda uma estrutura de ensino à disposição".

Sem isolamento

Também é falado que o aluno de EaD acaba ficando isolado do planeta, pois não frequenta aulas presenciais, nem tem contato com colegas de turma. Aqui, mais um mito! Em primeiro lugar, esse contato é proporcionado pelas ferramentas on-line do curso. Em segundo, vale frisar que algumas provas precisam ser realizadas presencialmente. 

Organização

A palavra de ordem para ter sucesso em um EaD é organização. Assim como a Monique citou, muitos estudantes entram em um curso de Educação a Distância com a ideia que, por ser on-line, será mais fácil. Aí, se não viram a chavinha rapidamente, pequenos problemas se tornam uma bola de neve de dimensões colossais. 

Por isso, organizar a rotina de modo que sobre algum tempo livre para os estudos é essencial. Foi o que fez a corretora de seguros Natalia Santin, de 29 anos. Moradora de Piracicaba (SP), ela optou no começo de 2019 pelo curso EaD de Marketing, está no 2º período e conta como foi a conversa em casa para deixar tudo em ordem.

"Conciliar estudos on-line com a vida pessoal não é tarefa fácil, mas conversei bastante com a minha família e expliquei que seria por um curto período. Eles me apoiaram bastante. No começo, foi um pouco complicado. Mas depois percebi que poderia assistir às aulas ou ler o material em qualquer lugar. Passei a usar meus horários vagos para estudar, como a sala de espera de meu dentista, e deu certo. Além do mais, em caso de dúvidas nas aulas, os professores são muitos ágeis. Já esclareci assuntos por fóruns e e-mail, além das webconferências, que são muito dinâmicas".

Serviço

O Senac oferece 13 cursos de graduação EaD. São eles: Gestão Comercial, Pedagogia, Administração, Ciências Contábeis, Comércio Exterior, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Financeira, Gestão Pública, Logística, Marketing, Processos Gerenciais, Gestão Ambiental e Gestão da Tecnologia da Informação. Todos com um ambiente virtual de ensino moderno, conteúdo exclusivo e agilidade na hora de tirar as dúvidas dos estudantes.

Quer mais? Na edição 2018 do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), aplicado pelo Ministério da Educação (MEC) para avaliar o rendimento dos alunos concluintes dos cursos de graduação, o Senac EaD obteve nota 5, a máxima, nos cursos de Administração, Gestão Financeira e Recursos Humanos. Em 2017, os alunos de Licenciatura em Pedagogia também obtiveram essa mesma nota.

Já os outros seis cursos avaliados no Enade receberam nota 4, a segunda mais alta: Ciências Contábeis, Comércio Exterior, Gestão Comercial, Logística, Marketing e Processos Gerenciais.

Processo seletivo

O processo seletivo para os cursos universitários de EaD são diversificados, assim como ocorre com os cursos presenciais, onde cada instituição determina as suas regras. No Senac, por exemplo, há quatro opções de ingresso no Ensino Superior EaD: nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), redação, diploma e transferência. As seleções ocorrem semestralmente, como na maioria das faculdades espalhadas pelo País.

Ficou animado? Pois as inscrições para o processo seletivo já estão abertas. Elas seguem até o dia 30 de março de 2020. Para participar, inscreva-se no site www.ead.senac.br/graduacao, escolha o curso e polo para realizar as avaliações presenciais obrigatórias.