Mion diz querer levar adiante legado de Luciano Huck

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 08.08.2019: O apresentador Marcos Mion durante o espetáculo
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 08.08.2019: O apresentador Marcos Mion durante o espetáculo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Loucura, loucura, loucura... O bordão que Luciano Huck, 49, consagrou ao longo de mais de 20 anos à frente do Caldeirão (Globo) parece que vai continuar dando a tônica do programa. Pelo menos no que depender de Marcos Mion, 42, novo apresentador da atração.

"O que eu posso garantir é alegria, alto astral, risadas, ritmo, diversão, um tanto de loucura e a felicidade que cai bem num sábado à tarde", diz o ator e comunicador, que volta à emissora onde estreou em 1999 no seriado "Sandy e Junior". De lá para cá, ele passou por MTV, Band e Record.

Desta última, saiu no ano passado após supostos desentendimentos com o diretor Rodrigo Carelli, 53, que comanda o reality show A Fazenda. Na época, ele foi logo apontado pelo público como uma ótima opção para o No Limite, que acabou ficando com André Marques.

O apresentador assinou com a Netflix e tudo parecia estar se acomodando. Até que a Globo resolveu antecipar a saída de Faustão do ar --o apresentador vai para a Band--, o que ocasionou uma dança das cadeiras na emissora, com Huck passando para o domingo, e deixando disponível os sábados à tarde.

Oficialmente, Mion comada o Caldeirão apenas até o final deste ano. Em 2022, ele deve se dedicar a um programa no canal pago Multishow, enquanto o programa deve ganhar novo apresentador. Mesmo assim, o apresentador se mostrou extremamente feliz com a oportunidade.

"A sensação é a de realizar um sonho alimentado por anos que, por diversas vezes, pareceu distante e até impossível, criando um arco de desafio e conquista digno de um filme de Hollywood, ou melhor, da Globo Filmes", compara. "O convite veio na hora certa, de um jeito perfeito."

O entusiamo é tanto que virou quase sinônimo da palavra nas redes sociais. Tudo o que Mion vem compartilhando sobre a nova rotina é motivo para comemoração por parte dos fãs.

"É algo inacreditável o carinho e torcida da galera da internet para eu ir para a Globo", surpreende-se. "A cada movimentação na emissora, eles colocavam meu nome nos assuntos mais comentados das redes sociais dizendo: "Agora é o Mion'. Isso não tem preço!"

"É aquela história do sonho que, ao ser compartilhado, torna-se realidade", afirma. "Eu divido essa vitória, esse sonho, com todos que já comentaram nas redes a meu favor, que fizeram campanha, votaram em enquete e que hoje acompanham cada passo que dou na minha carreira. Me sinto muito abençoado e honrado de ter todo esse apoio da galera!"

O apresentador diz que não teme a responsabilidade que é comandar um programa que, há 20 anos e com o mesmo apresentador, lidera a audiência em sua faixa de horário. "Tudo que há de difícil nesta experiência nova me dá muito prazer", afirma.

"Quando você ama o que faz, tem experiência e é preparado para aquilo, os desafios viram apenas características do trabalho, viram motivação", avalia. "Levar adiante o legado deixado pelo Luciano Huck nesse horário é uma das coisas que mais me motivam."

NOVO CALDEIRÃO

A estreia do apresentador será no dia 4 de setembro. O programa deve perder pelo menos um grande quadro, o Quem Quer Ser um Milionário?, que vai com Luciano Huck para o Domingão a partir do dia 5.

No entanto, outras atrações devem permanecer, mesmo que com algumas adaptações. O Tem ou Não Tem, por exemplo, vai ganhar uma turbinada. Os participantes serão famosos, acompanhados de familiares ou amigos, em vez de famílias anônimas.

Atualmente, a cada sábado, duas famílias que se inscreveram pelo site do programa são chamadas para participar. No palco, os participantes tentam adivinhar as respostas mais citadas por um grupo de 100 brasileiros que respondem a perguntas variadas. O prêmio era de até R$ 30 mil.

Já o quadro Sobe o Som é novidade absoluta. Nele, duas duplas de famosos tentam adivinhar hits conhecidos ouvindo apenas parte da melodia. Em vez de tudo de uma vez, os instrumentos vão sendo inseridos progressivamente até formarem a canção.

Também está confirmada a estreia do Isso a Globo Mostra, em que o apresentador vai reagir a trechos da programação da própria emissora. É uma versão do que ele já fazia no Piores Clipes do Mundo, em que o apresentador analisava clipes na extinta MTV Brasil.

Por fim, a empolgação de Mion em sua chegada à emissora inspirou o quadro Mamãe, Tô na Globo!. Nele, o público envia fotos e vídeos cantando, dançando, atuando ou mesmo fazendo uma receita. Os escolhidos para exibição na TV vão receber um crachá personalizado.

O mimo é a cara do apresentador, que apareceu de crachá em todos os programa de que participou depois de sua contratação. Ele também publicou foto nas redes sociais dormindo com o documento. "Não vou fingir costume", explicou quando questionado sobre o assunto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos