Ministro da Ucrânia reprova personagem estereotipada de "Emily em Paris"

·1 min de leitura
Imagem de
Imagem de "Emily em Paris". Foto: Divulgação/Netflix

Resumo da notícia:

  • Ministro da Ucrânia reprova imagem caricata de ucraniana em "Emily em Paris"

  • Oleksandr Tkachenko criticou o estereótipo da personagem Petra, vivida por Daria Panchenko

  • Ele não gostou da forma como a nacionalidade foi reproduzida na série

A segunda temporada da série "Emily em Paris", da Netflix, foi totalmente reprovada pelo ministro da cultura da Ucrânia. De acordo com a BBC, Oleksandr Tkachenko criticou o estereótipo da personagem Petra, vivida por Daria Panchenko. 

"Em Emily em Paris, temos uma imagem caricata de uma mulher ucraniana que é inaceitável. Também é um insulto", declarou o político. "É assim que os ucranianos são vistos no exterior?", questionou.

Isso porque a personagem de Panchenko comete um furto durante sua viagem e convive com o medo de ser deportada. Vale lembrar que a primeira temporada da série foi alvo de críticas dos franceses pela reprodução feita de Paris e de seus habitantes.

Criada por Darren Star, a trama retrata a história da social media norte-americana Emily, interpretada por Lily Collins, que agarra a oportunidade de trabalhar em Paris, na França. A partir disso, ela precisa lidar com as dificuldades de viver em um novo país e se envolve em diferentes romances.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos