Ministro da Saúde sobre coronavírus e manifestações: 'Se estiver resfriado, não vá aos protestos'

(AP Photo/Eraldo Peres)

Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde, alertou para risco de transmissão do coronavírus em manifestações em todo o Brasil no próximo final de semana. Para sábado (14), existem protestos pelos dois anos da morte da vereadora Marielle Franco, enquanto no domingo (15), a ida às ruas é contra o Congresso e em favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"O Ministério da Saúde não manda em ninguém. O Brasil segue funcionando, as pessoas seguem andando em ônibus, por exemplo. Mas, o meu conselho é: se você está resfriado, não vá. Se for, busque não ficar em aglomerações, lave as mãos e use álcool em gel. Ontem o Maracanã recebeu 63 mil pessoas. Não deve ter sido uma entrada distanciada, seguindo os protocolos. Nós precisamos seguir as orientações", afirmou o ministro.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou nesta quarta-feira (11/03) que há uma pandemia do novo coronavírus em curso em escala mundial. A intenção do órgão é alertar as autoridades mundiais sobre os riscos de contaminação em massa e saturação dos sistemas de saúde.