Paulo Vieira rebate críticas da esquerda após defender Nelson Teich

Paulo Vieira defende o ex-ministro Nelson Teich nas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram @paulovieira.oficial)

Paulo Vieira comentou a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde. O médico pediu demissão no início da tarde desta sexta-feira (15) menos de um mês após assumir o comando da pasta. É o segundo ministro que deixa o cargo durante a pandemia do novo coronavírus. O humorista aplaudiu a decisão do especialista nas redes sociais. “E Nelson Teich prova que é um homem decente. Força, Brasil”, diz no Twitter.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

O global foi criticado por defender Teich e rebateu comentários como “ele não deveria nem ter aceitado [ser ministro] se fosse decente”. “E vocês queriam o Brasil sem ministro da Saúde nesse momento? Não surta, minha esquerda amada. Sejamos razoáveis”, dispara.

Leia também

Confira:

Vieira recebeu o apoio de parte dos seguidores. “Concordo porém é mais um caso de ‘parabéns por fazer o mínimo’”, “sensato”, “tirou as palavras da minha boca” e “Bolsonaro não quer um ministro da Saúde, ele quer um ministro para chamar de seu” são alguns dos comentários sobre a opinião do artista.

Famosos como Bruno Gagliasso, Felipe Andreoli e Petra Costa lamentam a desorganização no Ministério da Saúde durante a crise causada pela pandemia da covid-19. “É uma situação tão absurda que a gente fica sem palavras”, diz a documentarista.