Ministério da Saúde omite número geral de mortos por Covid-19

RIO DE JANEIRO, BRAZIL â JUNE 4 : Victims of Covid19 are buried in the cemetery of Inhauma, north of the city, on June 4, 2020 in Rio de Janeiro.Rio de Janeiro records more than 300 deaths by Covid-19 for the second day in a row; cases exceed 60 thousand. (Photo by Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images)

Após a mudança do horário de divulgação dos números de pessoas afetadas pelo novo coronavírus no Brasil, o Ministério da Saúde passou a omitir o número geral de casos e óbitos no boletim repassado na noite desta sexta (5).

Diferentemente do que vinha fazendo até a quinta (4), o ministério divulgou apenas os números registrados no dia. A apresentação desta sexta tem apenas os 1.005 óbitos, 30.830 casos e 11.977 recuperados nas últimas 24 horas, acompanhados dos números estaduais do mesmo período.

Leia também

No modelo antigo, o ministério mostrava os dados acumulados de óbitos, casos confirmados e recuperados, além de casos em acompanhamento, óbitos em investigação e óbitos que aconteceram nos últimos três dias.

Diferença das versões apresentadas pelo Ministério da Saúde (Divulgação e Yahoo Notícias)

A mudança no modo de divulgação aconteceu após o presidente Jair Bolsonaro dar uma entrevista no início da noite de sexta dizendo que “acabou a matéria no Jornal Nacional” quando perguntado sobre a alteração no horário de divulgação.

"Acabou matéria no Jornal Nacional", disse Bolsonaro. "O Jornal Nacional gosta de dizer que o Brasil é recordista em mortes", acrescentou.

“Nos números de ontem, parece que dois terços dos mortos eram de outros dias, os mais variados possíveis. Tem que divulgar o do dia, o resto consolida para trás”, disse. “Se quiser fazer um programa do Fantástico todinho sobre os números na última semana, tudo bem.”

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Inicialmente, ainda sob a conduta de Luiz Henrique Mandetta, o Ministério da Saúde divulgava os números por volta de 17h. Já na gestão de Nelson Teich, os dados eram apresentados às 19h. Depois que o general Eduardo Pazuello assumiu o comando, a divulgação acontecia 20h.

Na última quarta (3), alegando um problema técnico, o Ministério da Saúde fez a primeira divulgação dos dados às 22h. O horário foi repetido na quinta sem explicações. E após o jornal Correio Braziliense afirmar que a ordem para o novo horário teria partido de Bolsonaro, o ministério enviou mensagens a jornalistas afirmando que os números seriam mostrados apenas às 22h.

Portal do Coronavírus

O portal que mostrava os números globais desde a gestão de Luiz Henrique Mandetta e passou a ter gráficos mais completos com o comando de Nelson Teich saiu do ar pela primeira vez na noite de sexta. A única mensagem é “Portal em manutenção”, algo que não havia acontecido até o momento.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.