Milton Nascimento e Djavan defendem a natureza em primeira música juntos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Djavan e Milton Nascimento nunca haviam lançado uma música em conjunto até a última quinta (21), quando saiu o single "Beleza Destruída". A faixa integra o próximo disco do artista alagoano, "D", previsto para o próximo dia 11 de agosto.

A música, composta por Djavan, que também assina os arranjos e a produção, fala sobre a natureza e faz alertas sobre o caráter finito do meio ambiente e pesa a ação humana predatória nesses territórios. "O mundo é lindo, mas não é infindo/ Temos que cuidar/ Pra não ver/ Acabar", eles cantam na música.

"Beleza Destruída" é guiada pelo violão de Djavan e traz arranjos de sopro, com os cantores se revezando nos microfones e também cantando juntos. Eles cantam que ver "indígenas e bichos implorando para existir faz tão mal" e repetem o refrão, que diz "voar, correr, saltar, fugir, viver para ver o sol sair".

O encontro entre duas das vozes mais marcantes da MPB aconteceu no estúdio de Djavan, no Rio de Janeiro, onde ele gravou o próximo álbum, que foi masterizado em Nova York. Apesar de serem amigos há décadas, os artistas nunca haviam gravado uma faixa juntos.

"Beleza Destruída" é o segundo single de "D", o 26º disco de Djavan, que conta com 12 canções inéditas. O cantor e compositor alagoano já lançou outra música que estará presente na obra, "Num Mundo de Paz", no mês passado.

Aos 79 anos, Milton Nascimento está atualmente na estrada com "A Última Sessão de Música", turnê que marca sua despedida dos palcos e também celebra os seus 80 anos, que ele completa em outubro. Ele anunciou a despedida em maio, e sua apresentação derradeira acontece em novembro, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos