Milhares marcham por igualdade LGBT na capital da Polônia

·1 minuto de leitura

Por Alan Charlish

VARSÓVIA (Reuters) - Milhares de pessoas marcharam pelo centro de Varsóvia neste sábado na "Parada da Igualdade", exigindo o fim da discriminação contra a comunidade LGBT, em meio ao que os ativistas dizem ser um crescimento da homofobia na Polônia nos últimos anos.

Os direitos LGBT tornaram-se centrais em um conflito mais amplo no país entre liberais, que sublinham a necessidade de uma sociedade mais tolerante e inclusiva, e conservadores religiosos, que denunciam o que dizem ser uma tentativa de subverter os valores tradicionais de uma nação predominantemente católica.

Em um mar de bandeiras arco-íris, símbolo da comunidade LGBT, manifestantes se reuniram no lado de fora do neo-gótico Palácio da Cultura, no centro de Varsóvia, enquanto um DJ tocava músicas para dançar antes do início da marcha.

Políticos e clérigos têm sido acusados de fomentar a homofobia na Polônia. Alguns conservadores dizem que não têm nada contra pessoas homossexuais; afirmam apenas se opor ao que chamam de "ideologia LGBT".

(Reportagem adicional de Pawel Florkiewicz)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos