Mike Tyson revela experiência de quase morte após tomar substância psicodélica

·1 min de leitura
Mike Tyson credit:Bang Showbiz
Mike Tyson credit:Bang Showbiz

Mike Tyson revelou que ingeriu uma substância química psicodélica que o levou a ter uma experiência de quase morte.

O lutador agora deseja que todos saibam sobre o momento que ele classifica como sua "mudança de vida".

"Eu 'morri' durante minha primeira viagem com o veneno. Eu fiz isso como um desafio. Eu estava usando drogas pesadas como cocaína, então por que não arriscar? Mas aquilo foi uma outra dimensão. Eu fiquei um caco. O oponente mais difícil que já enfrentei fui eu mesmo. Eu tinha baixa autoestima. Pessoas com grandes egos geralmente têm baixa autoestima. Usamos nosso ego para subsidiar isso. Aquele veneno desnudou o meu ego".

Conhecida como "Sonoran Desert Toad", essa espécie de sapo passa sete meses por ano vivendo no subsolo, mas seu veneno pode ser fumado para produzir uma viagem psicodélica. De acordo com o 'The New York Post', Tyson tem um viveiro de sapos do deserto de Sonora em sua fazenda no sul da Califórnia.

Após embarcar na "viagem", Tyson revelou ao jornal que perdeu cerca de 45 kg, se reconectou com sua família e voltou a lutar boxe como antigamente.

"As pessoas veem a diferença em mim. Isso fala por si mesmo. Se você me conheceu em 1989, você conheceu uma pessoa diferente. Minha mente não é sofisticada o suficiente para compreender o que aconteceu, mas minha vida melhorou. O propósito do veneno é atingir seu potencial máximo. Eu olho para o mundo diferente. Somos todos iguais. Agora tudo é amor", finalizou o astro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos