Michelle Obama ganha Grammy por audiolivro de 'Minha História'

LUCAS BRÊDA
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASILIA, DF, BRASIL, 19-03-2011 - A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, cumpre neste sábado (19) uma agenda cultural em Brasília. Às 11h, ela participa, no restaurante Oca da Tribo, junto com as filhas Sasha e Malia, de um evento cultural com apresentações do grupo de capoeira Raízes do Brasil e do grupo de percussão Batalá, formado somente por mulheres. (Foto: Sergio Lima/Folhapress )

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Michelle Obama agora tem um Grammy. A ex-primeira dama dos Estados Unidos ganhou a honraria na pré-cerimônia da premiação, que acontece na noite deste domingo (26).

Michelle levou a melhor na categoria de melhor álbum de palavra falada, que reconhece audiolivros, gravações de poesia e contação de histórias. Ela foi premiada pelo audiolivro de "Minha História" ("Becoming", título original em inglês), seu livro de memórias.

Ela concorreu contra "I.V. Catatonia: 20 Years As A Two-Time Cancer Survivor", de Eric Alexandrakis, "Mr. Know-It-All", de John Waters, e "Sekou Andrews & The String Theory", de Sekou Andrews & The String Theory.

Quando foi indicada, Michelle Obama agradeceu a lembrança em seu perfil oficial no Instagram. "Estou muito emocionada ao receber uma indicação ao Grammy. Esse último ano foi uma caminhada muito significativa e emocionante (...) Obrigada por cada grama de amor e apoio que vocês compartilharam de maneira tão generosa", escreveu.

Publicado em novembro de 2018, "Minha História" já vendeu mais de 10 milhões de cópias, segundo a Penguin Random House.

O livro foi traduzido para 24 idiomas simultaneamente e foi lançado no Brasil pela editora Objetiva. Na obra, ela narra a infância em Chicago, como enfrentou o racismo na vida pública e a sua incredulidade ao se tornar a primeira primeira-dama negra dos Estados Unidos.

A cerimônia do Grammy acontece neste domingo (26), no Staples Center, em Los Angeles. A lista de indicados para todas as 84 categorias inclui a cantora americana Lizzo, a artista com mais indicações, sendo citada em oito categorias, incluindo as mais importantes --gravação do ano e disco do ano.