Michelle Obama: 'Passei muito tempo pensando se não estava conquistando o suficiente'

Michelle Obama e Meghan Markle (Foto: Getty Images)

Meghan Markle foi convidada para ser editora da edição de setembro (a mais importante do ano!) da Vogue britânica. A duquesa de Sussex aceitou a missão especial e tratou contar histórias que realmente acredita nas páginas da revista. Ela, inclusive, entrevistou ninguém menos que Michelle Obama para rechear a publicação.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

A esposa do príncipe Harry mandou cinco questionamentos para a ex-primeira-dama dos Estados Unidos por e-mail e Michelle devolveu as respostas prontamente com sabedorias que só alguém com toda a sua experiência poderia dar - e Meghan ficou chocada com o que leu. “As ‘perguntas simples’, que ela poderia ter respondido com uma frase ou duas, foram devolvidas para mim como uma narrativa pensada, reflexiva e lindamente curada”, diz Meghan.

Leia também

De tudo o que Michelle Obama falou, destacamos alguns conselhos poderosos que são importantes tanto para um membro da realeza britânica quanto para nós, “meros mortais”. Confira:

1. Dê liberdade para os seus filhos

Mãe de duas meninas, Malia e Sasha, a esposa de Barack Obama falou que sua função não é apontar um caminho para as filhas, mas criar um lugar seguro para onde elas possam voltar quando caírem durante suas jornadas. “Maternidade me ensinou que, na maior parte do tempo, meu trabalho é dar a eles o espaço para explorar e desenvolver as pessoas que querem ser. Não quem eu quero que eles sejam ou onde eu gostaria de estar nessa idade, mas quem eles são lá no fundo”, diz à Meghan.

Michelle, Sasha e Malia Obama (Foto: Jacopo Raule/Getty Images)

2. Não tenha medo de mudar de ideia

“Quando era mais jovem, passei muito tempo me preocupando se não estava conquistando coisas o suficiente ou se estava me afastando muito do que eu pensava ser o meu caminho. Espero que minhas filhas percebam um pouco antes que não há um caminho prescrito, que não há problema em desviar e que a confiança que precisam para reconhecer isso virá com o tempo”, reflete Michelle.

3. Trate meninos e meninas do mesmo jeito

Na entrevista, Michelle conta que seu pai tratava ela e seu irmão da mesma forma. Quando era uma garotinha, ele comprou luvas de boxe para os dois filhos e isso fez a ex-primeira-dama refletir sobre igualdade de gênero. “Ele não ia ensinar seu filho a dar um soco sem ter certeza de que sua filha também pudesse dar um gancho de esquerda. Eu poderia bater tão forte quanto ele. Acho que meu pai queria ter certeza de que meu irmão enxergasse isso”, conta. Girl power, sim ou com certeza?

Michelle Obama (Foto: Cheriss May/NurPhoto via Getty Images)

4. Lute pela educação

A nossa musa criou uma organização que luta para que meninas marginalizadas do mundo inteiro tenham acesso à educação. Michelle aproveitou o espaço para compartilhar dados assustadores e que precisam ser revertidos. “Hoje, cerca de 98 milhões de garotas adolescentes não estão na escola. Isso é uma tragédia. Formei a Girls Opportunity Alliance porque vi o poder da educação na minha própria vida. E acredito que toda menina merece a oportunidade de aprender, crescer e agir de acordo com o seu conhecimento”, afirma.

5. Lembre-se sempre de quem você era aos 15 anos de idade

“Se você estivesse sentada com a sua versão de 15 anos de idade, o que você acha que ela diria vendo quem você se tornou hoje?”, pergunta Meghan. Essa é a pergunta favorita de Michelle, que nos lembrou de honrar quem éramos quando mais novos. “Ela me recordaria que ainda há muitas garotas no sul de Chicago que estão sendo silenciadas, descartadas ou informadas de que estão sonhando alto demais. Me diria para continuar lutando por eles. Ela provavelmente também daria um sorriso pelo sobre o quão fofo meu marido é”, finaliza. Oun!

Família Obama (Foto: Pete Souza/The White House via Getty Images)

Alguma dúvida de que Michelle é uma inspiração para todos? <3