Michael Jackson foi 'castrado quimicamente' pelo pai para fazer sucesso

Médico faz revelação sobre o relacionamento de Joe Jackson com o herdeiro (Getty Images)

O médico do cantor Michael Jackson, o polêmico Conrad Murray, fez algumas revelações bombásticas para a imprensa após a recente morte do pai do astro do pop, Joe Jackson. Segundo a revista “People”, o profissional que foi condenado pela Justiça por homicídio involuntário disse que Joe “castrou quimicamente” o próprio filho.

“A crueldade expressada por Michael que ele havia vivido nas mãos de seu pai, particularmente o mau tratamento e, além disso, o fato de que ele foi castrado quimicamente para manter sua voz estridente, está além das palavras”, disse Murray que ainda afirmou que Joe Jackson foi um “dos piores pais da história”.

Leia mais:
Pabllo Vittar surge ruiva e recebe pedido de casamento de fã
Cristiana Oliveira garante: ‘Não quero ser uma menina de 20 anos’

“Espero que Joe Jackson encontre a redenção no inferno”, falou o médico em um vídeo obtido pela mídia alguns dias depois de Joe morrer de câncer no pâncreas. “Queremos agradecer pelo apoio que nos mostraram quando nos entristecemos pelo patriarca de nossa família. Nós lamentamos a perda de nosso pai e celebramos a vida de um homem que se sacrificou tanto para nos dar a vida e o sucesso que temos”, disse a família Jackson em um comunicado sobre o falecimento de Joe.