Miá Mello estreia Posso Explicar, talk show que une ciência e entretenimento

MARIANA ARRUDAS
·3 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 22.08.2016 - A atriz Miá Mello. (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 22.08.2016 - A atriz Miá Mello. (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A união do entretenimento com a ciência para despertar a curiosidade e o entendimento de quem assiste. Essa é a proposta de Posso Explicar, programa apresentado por Miá Mello, 40, no formato talk Show, que estreia nesta quarta-feira (24) no canal National Geographic -em julho, a atração estará disponível no serviço de streaming da Disney.

Mello afirma que criou um clima leve e descontraído para mostrar que a ciência é "importante, simples e natural" e faz parte da vida de todos. "Imagina Fafá de Belém contar que a rotina de 'skin care' dela é baseada em passar xixi no rosto ou Vitão contando que a mãe dele já viu ET", diz a apresentadora, em tom de brincadeira, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.

Um dos diferenciais da atração, diz a humorista, é que as celebridades convidadas não vão falar sobre vida pessoal ou carreira, mas sobre experiências inusitadas. "Até poderia divulgar novos trabalhos, mas o papo gira em torno de outro lugar. Pode ouvir pessoas que já conhecemos falar sobre esses assuntos é ainda mais legal", afirma.

Com 16 episódios de 30 minutos cada um, a lista de convidados inclui Fábio Porchat e Sabrina Sato -que estarão nos dois primeiros episódios, respectivamente- além do humorista e apresentador do C.A.T. do BBB 21 Rafael Portugal. Na estreia, o canal exibe a atração em episódio duplo.

Os temas são os mais variados: triângulo das bermudas, medicina, psicologia e até mesmo tecnologias futuristas. Para explicar esses temas inusitados, os convidados podem recorrer Allan Rodrigues, cientista que faz parte da equipe do programa. "Esse é o meu papel: mostrar que ciência pode ser legal, lúdica e descomplicada."

"A forma didática de tratar o tema é uma forma de mostrar que todo mundo pode aprender ciência", diz Rodrigues, ao afirmar que o conhecimento científico foi posto em xeque por alguns governantes na pandemia do coronavírus. "Viemos para TV para falar que a ciência é para todos."

Com direção de Gui Conte e supervisão de Eduardo Rosemback, Posso Explicar é produzido no Brasil e traz ainda o personagem Edson, inteligência artificial do programa, além dos músicos João Brasil e André Luis Rua. "O desafio foi trazer isso dele ser brincalhão e sarcástico com a Miá", diz Rua, que faz a voz de Edson. O músico diz que para o público será uma surpresa o ver sem instrumentos, apenas com a voz.

Já Brasil, que atua como músico e DJ do programa, define seu trabalho como uma "alquimia dos sons". Ao final de cada episódio, ele faz um remix inspirado no convidado, e afirma que essa foi sua "primeira experiência em um programa de televisão".

"O entretenimento serve como uma linguagem e a ciência é o corpo", afirma Rodrigues sobre a premissa do Posso Explicar, ao ressaltar que os telespectadores irão "ver coisas que nunca viram".

Miá Mello afirma que o público pode esperar, além da diversão, muito conhecimento. "É muito louco, porque quando falamos de ciência, podemos pensar que estamos afastando [o público], mas a ciência está na nossa vida o dia inteiro."

As gravações do Posso Explicar foram realizadas em outubro de 2020 e seguiram os protocolos de segurança contra o coronavírus, segundo a equipe do programa. "Ninguém pegou Covid-19 e foi tudo certo", diz Mello. Rodrigues afirma que a preparação foi feita à distância, "seguimos todos os protocolos certinho".

*

POSSO EXPLICAR

Quando: Estreia 24/3, às 21h

Onde: National Geographic

Elenco: Apresentado por Miá Mello

Direção: Gui Conte