Meta demitirá mais de 11 mil funcionários para se tornar mais 'enxuta e eficiente', diz Mark Zuckerberg

O CEO da Meta, Mark Zuckerberg, anunciou que decidiu reduzir o tamanho da empresa em 13% e demitir mais de 11.000 funcionários.

Zuckerberg compartilhou a notícia publicamente em um comunicado aos funcionários da Meta, onde ele diz que a equipe também está "tomando várias medidas adicionais para se tornar uma empresa mais enxuta e eficiente, cortando gastos arbitrários e estendendo nosso congelamento de contratações até o primeiro trimestre".

Os cortes, de acordo com Zuckerberg, resultaram de um erro de cálculo durante a pandemia da COVID-19. À medida que as empresas em todo o mundo passaram a permitir que muitos de seus funcionários trabalhassem em casa para manter os outros saudáveis, o "aumento do comércio eletrônico levou a um crescimento desproporcional da receita". Zuckerberg e muitos outros assumiram que esse crescimento continuaria mesmo apóso fim da pior fase da pandemia, com isso, tomaram a decisão de aumentar bastante os investimentos.

Isso levou a mais contratações e iniciativas, mas o plano não funcionou como ele esperava.

“Não apenas o comércio online voltou às tendências anteriores, mas a desaceleração macroeconômica, o aumento da concorrência e a perda de sinal de anúncios fizeram com que nossa receita fosse muito menor do que eu esperava”, disse Zuckerberg. "Eu entendi errado, e assumo a responsabilidade por isso."

Para combater essa mudança inesperada, Zuckerberg diz que a Meta precisa se tornar mais "eficiente em termos de capital". Ele fará isso tr...

Meta demitirá mais de 11 mil funcionários para se tornar mais 'enxuta e eficiente', diz Mark Zuckerberg
Leia Mais

Motorola Moto G200 vs. Motorola Edge 30: Qual smartphone é o melhor?
iPad: Como o dispositivo da Apple pode te ajudar no trabalho?
Quais são os melhores tablets para jogos?