Meryl Streep revela que entrou em depressão por causa de personagem

·1 minuto de leitura

Resumo da notícia:

  • Meryl Streep contou em entrevista que ficou deprimida por incorporar Miranda Priestly, no filme ‘O Diabo Veste Prada’.

  • A atriz relata que o período de filmagem foi “horrível”.

Meryl Streep contou que entrou em depressão dar vida à sua personagem em ‘O Diabo Veste Prada’. Em conversa com a Entertainment Weekly, a artista relembrou as gravações do longa, lançado em 2006.

Leia também:

“Foi horrível!”, afirmou Streep sobre seu período dando vida à editora Miranda Priestly. “Eu estava sofrendo no meu trailer e podia ouví-los se divertindo e gargalhando. Fiquei muito deprimida! Eu me dizia, ‘bem, esse é o preço que você pagar por ser a chefona!’”

“Foi a última vez que tentei essa coisa de método!”, disse em referência à técnica conhecida como ‘método’, na qual o artista incorpora as emoções e os trejeitos de seu personagem.

Apesar do sofrimento de Streep dando vida à “vilã” do longa dirigido por David Frankel, seus esforços renderam a ela um Globo de Ouro na categoria de melhor atriz em comédia e uma indicação ao Oscar de melhor atriz em 2007.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos