Meryl Streep diz que desaprendeu a atuar durante a pandemia

·2 min de leitura
NEW YORK, NEW YORK - DECEMBER 05: Meryl Streep attends the world premierof Netflix's
Meryl Streep (mulher branca, de cabelos grisalhos, com óculos e roupa preta) posa para os fotógrafos em evento realizado em dezembro de 2021 (Foto de Taylor Hill/FilmMagic)

Resumo da notícia:

  • Meryl Streep desaparendeu a atuar durante a pandemia do novo coronavírus

  • Atriz falou sobre as suas dificuldades durante a preparação para "Não Olhe Para Cima"

  • "Ficar isolado assim (durante o lockdown) meio que remove a sua humanidade", disse ela

Assim como todos nós, Meryl Streep não teve bem durante o isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus. Em entrevista à revista Entertainment Weekly, a atriz de 72 anos, uma lenda do cinema, surpreendeu ao dizer que chegou a desaprender a atuar durante o lockdown nos Estados Unidos.

“Eu acabei perdendo isso [a capacidade de atuar]. Eu esqueci como atuar, esqueci o que sabia fazer e quem sou eu? Sou essa coisa composta por vários pequenos componentes. Ficar isolado assim [durante o lockdown] meio que remove a sua humanidade”, disse a estrela, recordista em indicações ao Oscar.

Streep sentiu muita dificuldade durante a preparação de "Não Olhe Para Cima", filme no qual interpreta uma presidenta dos Estados Unidos. No longa, ela contracena com Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence e Jonah Hill - ator que a confundiu ao chamá-la carinhosamente de "goat".

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

“Eu achei muito difícil, muito, muito difícil, porque eu tinha consciência que a minha personagem é engraçada e eu não me sentia engraçada durante o lockdown”, contou a atriz sobre o longa. “Quando fui gravar entrei no carro, coloquei meu cachorro, dirigi, saí do carro e estava sem falar como ninguém há três semanas”.

No longa, a personagem de Streep, inspirada em Donald Trump, aparece em uma cena de nudez. Leonardo DiCaprio não gostou da ideia e chegou a protestar contra o diretor Adam McKay. “Ele não gostou de vê-la com a tatuagem nas costas, andando por um segundo nua. Ele me disse algo como: ‘Você realmente precisa mostrar isso?’”, contou o cineasta ao Guardian.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos