Menina que fez "L" de Lula no programa Sílvio Santos diz que chegou a ser proibida de voltar ao SBT

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
O Partido dos Trabalhadores (PT) não perdeu tempo e convidou Letícia para gravar um vídeo para o partido. (Foto: Eraldo Peres)
O Partido dos Trabalhadores (PT) não perdeu tempo e convidou Letícia para gravar um vídeo para o partido. (Foto: Eraldo Peres)

Tudo que ela precisou para fazer história foi seu dedo polegar e o dedo indicador. O "L" em referência à Lula (PT) que Letícia Trevisan, de apenas 16 anos, fez durante o programa de Sílvio Santos viralizou. O próprio petista respondeu: "Um abraço para a jovem de vermelho", disse. "Na hora nem acreditei, quase tive um infarto", brincou.

Não foi a primeira vez que Letícia participou da plateia do SBT. "Terceira ou quarta vez na gravação do Sílvio. Um dia normal, já estou acostumada. Nos bastidores, todo mundo é muito educado, me recebem super bem, tem lanche".

Além de Lula, a cantora Glória Groove, Deolane Bezerra e outras celebridades, enviaram mensagens para a menina.

O ilustrador Cristiano Siqueira, responsável pela famosa arte "Onde estão Dom e Bruno?", também cedeu seus traços para a estudante: "Ela brilhou", disse.

No entanto, a história teve um fim meio "rancoroso". Ao Yahoo, Letícia disse que foi "temporariamente" proibida de retornar à emissora. Segundo ela, o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) deu o recado pela caravanista responsável pela visita de Letícia.

"A caravanista falou que é só pra eu dar um tempo por causa da política. Assim que baixar a poeira, ela vai conversar com eles e, provavelmente, vou poder voltar. Não era uma coisa intencional. Não sabia que a gente não podia falar de política, se manifestar. Não sabia que ia dar essa repercussão toda e ia prejudicar a emissora"Letícia

Procurada pelo Yahoo, a equipe do SBT rebateu: "De maneira alguma, não é verdade. Ela não está proibida de assistir aos programas na plateia".

Pouco tempo depois que procuramos Letícia e SBT nos deu a primeira resposta acima, a menina nos informou que a emissora entrou em contato para dizer que ela já pode retornar aos programas de plateia. "Pelo que eu entendi, eles só estavam preocupados com o caminho de casa, no caso de algum hater fazer alguma coisa", disse a menina.

Já a assessoria complementou: "O SBT não comenta sobre atitudes espontâneas de seus convidados".

Comentários racistas

O caso viralizou, mas não trouxe somente frutos positivos. No twitter da menina, é possível observar comentários racistas. Um, em específico, foi compartilhado por Letícia, que fala com tristeza sobre o tema: "Estou sendo reconhecida por muita gente, mas também estou recebendo muito hate (ódio). Estou sofrendo até racismo, mas as pessoas que me seguem estão me defendendo bastante".

PT entrou em contato

O Partido dos Trabalhadores (PT) não perdeu tempo e convidou Letícia para gravar um vídeo para o partido. Segundo a menina, gravação deve acontecer na quinta-feira (30). Ela dá detalhes sobre o momento em que teve a ideia de fazer o gesto com a mão: "Eles estavam conversando sobre política e disseram que o Brasil apoia o Bolsonaro. Não é isso que a gente quer, entendeu?! (...) Minha família é toda 13", acrescentou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos