Meghan Markle pede desculpas a tribunal por 'omitir' informação crucial em processo

·2 min de leitura
Meghan Markle credit:Bang Showbiz
Meghan Markle credit:Bang Showbiz

Meghan Markle pediu desculpas a um tribunal por "ter esquecido" de mencionar que havia autorizado um assessor a compartilhar informações com os autores de sua biografia.

A ex-atriz e seu marido, o príncipe Harry, garantiram anteriormente que não haviam mantido qualquer tipo de contato com os escritores do livro 'Finding Freedom' ['Encontrando a liberdade', em tradução livre], Omid Scobie e Carolyn Durand, porém, agora, a duquesa ficou em maus lençóis quando seu antigo assessor, Jason Knauf, prestou depoimento sobre uma reunião com os autores da obra.

Em seu testemunho no Tribunal de apelação, Jason afirmou que Meghan e Harry "autorizaram uma cooperação específica por escrito" em dezembro de 2018.

E-mails compartilhados pelo ex-funcionário do casal comprovaram que ele opinou que permitir o contato dos escritores com os amigos da ex-estrela de 'Suits' "não era uma boa idéia".

Jason confirmou, ainda, que Meghan enviou notas resumidas sobre assuntos que os autores deveriam abordar, incluindo seu relacionamento conturbado com seu pai, Thomas Markle, e com o restante de sua família, além de um famigerado desentendimento com a rainha Elizabeth sobre a tiara que Meghan poderia usar em seu casamento com Harry, em 2018.

Depois das alegações polêmicas do ex-funcionário, Meghan se desculpou e confirmou que Jason havia, sim, colaborado com os escritores com a autorização do casal real, mas insistiu que "não se lembrava das trocas de email" e que nunca planejou omitir informações do tribunal.

Meghan acrescentou que teria ficado "feliz de mostrar" os e-mails caso tivesse lembrado da existência dos mesmos, pois eles seriam uma evidência forte a seu favor no processo que moveu contra o tabloide britânico 'Daily Mail' por invasão de privacidade.

'Finding Freedom' foi publicado em agosto de 2020 e aborda o casamento de Harry e Meghan, e a decisão do casal de abandonar a vida na realeza.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos