Médico desencoraja enfermeira com câncer e desabafo feito por ela viraliza

Reprodução/Facebook Viviane Bileski

Nada mais assustador para um paciente com câncer do que ouvir de seu médico que não há mais nada a fazer. Foi o que aconteceu com a enfermeira Viviane Bileski, que luta contra o câncer de ovário desde 2016.

Leia mais: Mãe compartilha foto chocante da filha e pai em estado terminal para mostrar a realidade do câncer

Ao longo deste período, ela tem se esforçado como pode para vencer a doença até que seu médico tentou acabar com todas as suas esperanças. Viviane resolveu fazer um desabafo no Facebook e seu post já conta com mais de 1,3 mil reações e diversos comentários de apoio. Confira na íntegra:

“O médico na semana passada disse que não poderia fazer muito mais por mim, a não ser me deixar o “resto da vida” na quimioterapia e que não valeria a pena operar algo que retornaria pois estou no estágio IV da doença. Meu médico não conhece o tamanho da minha fé e o Deus a quem sirvo e TB não sabe o quanto sou teimosa, pois insisti que me operasse… Sei o que Deus prometeu pra mim e a PALAVRA DELE não muda. Passarei por mais uma cirurgia e tenho fé que tudo isso vai passar e um dia terei minha vitória. Orem por mim! #vencendoocancer #cancerdeovario #Deuséfiel #queroviver

Reprodução/Facebook Viviane Bileski

Desde que descobriu a doença, a enfermeira passou pelo tratamento através da quimioterapia, mas o tumor acabou voltando. Ao descobrir o resultado em 2017, ela caiu no choro, mas seguiu com o tratamento até maio deste ano.

“Voltei com o tratamento e, quando terminou, em maio, passei por um cirurgião que, na consulta, disse que não queria me operar, pois não tinha mais o que fazer”, disse ao G1. Através de muita insistência, ela conseguiu convencer o médico a fazer a cirurgia. “Mas ele disse que eu não deveria ter falsas esperanças com relação a uma possível cura”.

Leia mais: Vítima do câncer, jovem deixa carta com conselhos de vida antes de morrer

Viviane agora está no aguardo das consultas médicas que deverão determinar o dia de sua próxima operação. A cirurgia deverá durar cerca de 15 horas por conta da complexidade de seu quadro. “É mais um desafio que vou enfrentar. Eu tenho que lutar. Não iria aceitar o que ele [médico] disse e pronto”.