"Me senti tapeada, enganada", diz jovem que foi a show "emo gospel"; banda se pronuncia

A banda NLM já estava com vários shows marcados no Brasil. (Foto: Reprodução/Instagram @wearenlm)
A banda NLM já estava com vários shows marcados no Brasil. (Foto: Reprodução/Instagram @wearenlm)

Gabriela Cavalheiro esperava uma apresentação de pop punk, mas recebeu pregação cristã no show da banda NLM no Carioca Club, em São Paulo, na última sexta-feira (17). Ao Yahoo, ela contou com detalhes a noite curiosa que viveu na companhia de amigos. "Me senti tapeada, enganada", resumiu.

Abaixo, a gente te explica o passo a passo da história:

Como tudo começou

Se você acompanha o Twitter, deve ter visto os milhares de comentários sobre o show peculiar de uma banda "emo gospel" que aconteceu em São Paulo. Tudo começou quando Gabriela, natural de Porto Alegre e fã da cena punk, viu um anúncio no seu celular de um festival do gênero.

No post, estavam marcados os shows de bandas como Scalene e Sebastianismos, mas um em específico chamou atenção da consultora criativa: "Achei peculiar porque nunca tinha ouvido falar na festa e porque tinha essa banda que nunca ouvi falar. Mandei para minhas amigas e resolvemos ir. Não estava claro que o show era de graça. Dei uma pesquisada por cima e vi que a banda (NLM) é pequena, com 4 mil de seguidores. Mas curto o estilo e queria aproveitar o momento", explica.

A noite estava bacana e a turma se divertindo. Assim que a NLM estava se preparando para entrar no palco, uma turma de pessoas ligadas à banda pediram para o público se aproximar do palco porque queriam tirar uma foto. Isso deixou Gabriela em alerta, mas nada demais, como narrou ao Yahoo a jovem.

O show

Tudo começou a ficar um pouco mais estranho quando a banda iniciou o show. Segundo Gabi, tudo era bastante "performático", parecendo até "uma coisa teatral". "Tinha uma estrutura no centro do palco como se fosse uma cortina, que ficava descendo e subindo. Teve luzes, papel picado. Tinha muita coisa acontecendo no palco", lembra. Ela continua: "Eles tinham um telão e durante o show da NLM ficava passando a letra da musica em inglês e tinha tradução simultânea. Estava achando um show bem diferente, música legal e com uma acessibilidade que nunca tinha visto", confessa.

Em certo momento, as performances foram diminuindo e deram espaço a uma esquete de teatro. Dois jovens surgiram no palco e interpretaram um casal. Ora ele estava interessado nela, mas ela não dava bola. Ora era o contrário. No fim, os dois ficaram, mas o rapaz resolve abandonar a jovem principal e saiu do palco com outra pessoa.

"Quando ela [a jovem abandonada] começou a ficar triste, o narrador, começou a falar como se tivesse traduzindo o que ela estava sentindo. Teve um momento que o vocalista saiu do palco e voltou com uma corda, como numa referência à suicídio", conta Gabriela. Neste momento, ela começou a achar toda a apresentação de muito mal gosto, já que perdeu um amigo no início do ano.

“Gente, tem uma coisa estranha aqui", pensou na hora. Frases como “em alguns meses teus amigos não vão lembrar teu nome” eram faladas. Houve, nesse momento, um embate entre o vocalista e o narrador. Após essa cena, entra no palco um "caixão neon", como define a jovem. "A impressão era que estava acontecendo o funeral do narrador".

De repente, o vocalista voltou com "asas gigantescas" e o narrador, que havia perdido a batalha, voltou a vida. "Eu nem estava mais ouvindo a música. A plateia começou a gritar 'Jesus'. O narrador desceu, pediu que o pessoal criasse um círculo ao redor dele e começou a falar coisas como 'A gente não está aqui por acaso, todo mundo tem uma razão pra estar vivo'. Ele comentou algo como: 'Muitos anos atrás uma pessoa especial veio à Terra”, explica com detalhes.

Gabriela ainda não sabe se o show foi encerrado nesse momento ou se a chegada no integrante da banda Scalene encerrou o processo à força. "[O integrante da Scalene] surgiu e chegou reclamando. Ele veio bravo. No fim, me senti tapeada e enganada, porque no fim havia uma mensagem religiosa naquilo", conclui.

Pronunciamento

A NLM publicou nesta quarta-feira (22) uma explicação nas redes sociais, chamando de "controvérsia" toda situação que aconteceu no show. "Nós entendemos que muitas pessoas se sentiram traídas e enganadas pela mensagem em nosso show. Nunca foi nossa intenção e pedimos desculpas".

A banda Scalene também falou: "Indignante como ninguém estava ciente do que aconteceria nos shows. Os responsáveis pelas casas de show também não, até onde pudemos averiguar. Sabíamos que a banda tinha uma mensagem religiosa, mas foi omitida de todo mundo a forma, conteúdo e intuito da turnê deles no nosso país".

Gabriela contou no seu Twitter a história:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos