"Me indignei", diz arquiteta expulsa do show de Gusttavo Lima

Fã expulsa diz que cantor fez menção a Jair Bolsonaro em evento de virada do ano

Gusttavo Lima em show sertanejo. Foto: Daniel Pinheiro/AgNews
Gusttavo Lima em show sertanejo. Foto: Daniel Pinheiro/AgNews

Resumo da notícia:

  • Na virada do ano, Gusttavo Lima teria feito um protesto político a favor de Jair Bolsonaro

  • Fãs se revoltaram no show e uma arquiteta jogou uma garrafa de água no cantor

  • A mulher expulsa se pronuncia e afirma que reconhece seu erro, mas ficou indignada

Um vídeo envolvendo o cantor sertanejo Gusttavo Lima está repercutindo nas redes sociais. Isso porque na apresentação que aconteceu na noite de Réveillon (31), o artista foi filmado no palco após uma mulher presente no evento jogar um copo de água na cabeça dele. O show aconteceu em Fortaleza e após ser atingido pelo objeto, o cantor disse que "respeito é o mínimo, não se compra, você nasce com ele, e por falar em respeito, você não tem", e expulsou a mulher da festa.

"Você jogou água em mim uma vez, duas vezes, três vezes. Eu estou te tratando com o maior amor e carinho do mundo. É sacanagem o que você está fazendo. Se quiser seu ingresso de volta, eu pago".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Mulher se pronuncia

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A fã em questão é a arquiteta Virgínia Bandeira, que usou suas redes sociais para dar sua versão dos fatos. Ela afirma que não pretendia falar sobre o caso, mas visto a repercussão, não teve outra escolha. De acordo com ela, o cantor, apoiador de Jair Bolsonaro, fez conotação política durante sua apresentação, revoltando muitos dos presentes no evento. "O show de Revéillon onde foi pago caro para me divertir e acabar tendo que participar de um ato político em prol de um ex-presidente que tanto massacrou os brasileiros", afirmou em publicação no Instagram.

Ela continua explicando que sua reação e de várias outras pessoas foi de levantar a mão e fazer o L de Lula. "Por conta disso, logo no início do show, ele se dirigiu a mim falando que eu merecia o bom e o bom era ele, nesse momento repeti o gesto fazendo o L".

Outra situação que teria constrangido alguns dos fãs presentes foi que o cantor contou que participava de um "campeonato de masturbação", declaração que Virgínia considerou extremamente desrespeitosa, já que haviam diversas adolescentes menores de idade presentes no evento.

"Eu estava em uma festa onde é natural que as pessoas bebam, e posso ter me excedido na minha reação em repúdio a ele, e tenho humildade suficiente de reconhecer o meu excesso. Ainda estou aguardando a devolução do valor que foi pago no ingresso, conforme ele prometeu, e garanto que nada vai pagar a reparação do transtorno que a atitude do músico causou a mim e, consequentemente, a minha família. Tenho uma filha de 13 anos que está recebendo ofensas em suas redes sociais."

O Yahoo entrou em contato com a assessoria de Gusttavo Lima e Virgínia Bandeira, mas não obteve resposta até a publicação desta nota.