MC Kevin se sentiu forçado a noivar com Deolane, diz mentor do funkeiro

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mentor de MC Kevin, 23, morto após cair da varanda do quinto andar de um hotel no Rio de Janeiro, Angelo Canuto resolveu responder as declarações da viúva, a advogada Deolane Bezerra, 33, que o acusou de falar demais e de ter abandonado o músico.

A advogada diz que Kevin não queria falar mais com Canuto e que teria proibido o mentor de entrar em sua casa. Também não gostou de ouvir Canuto dizer que ela não era casada de verdade.

Em vídeos no Instagram, o mentor e coach de Kevin revelou que o artista não queria noivar com Deolane em cerimônia no México, duas semanas antes de morrer. Segundo ele, Kevin teria dito que ela estava o levando à loucura.

"Todos sabiam que vocês não eram casados. Era uma coisa superficial. Então, se você acha que isso é uma questão de união estável, você é advogada, você tem todo o direito de fazer", começou ele, que apontou que a aliança perdida do casal deverá ir para inventário se encontrada.

Na versão de Canuto, no dia que Kevin noivaria, ele acabou ligando e revelando que não queria aquilo. "[Ele disse] 'Eu não quero noivar, eu estou sendo forçado'. Ele estava desesperado: 'não é isso que eu quero para mim, não é o momento, eu não estou legal, ela está forçando'", comentou.

"Fiz uma mentoria bacana para ele, não disse para ele fugir. Ele estava desesperado", completou. Angelo, que se diz muito amigo da mãe de Kevin, Valquíria, contou que pediu permissão a ela antes de publicar a sua versão e prits de conversas com Kevin.

Canuto finalizou o discurso com um recado para Deolane. "Uma mulher quando entra na vida de um homem é para mudar para melhor e não para levar o cara à loucura. O Kevin estava ficando maluco. Você sabe disso. Quantas vezes você o provocou? ", concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos