Mc Carol faz palestra nos EUA e é criticada por brasileiros: 'Vai estudar para ser eu'

Foto: Reprodução/Facebook

A Mc Carol de Niterói tem se tornado cada vez mais um símbolo de resistência e empoderamento feminino. Na semana passada, a artista fez uma palestra sobre esses temas, contando sua própria história, na Brown University, uma das universidades mais prestigiadas dos Estados Unidos.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

No Brasil, a notícia caiu como uma bomba. Embora muitos tenham comemorado o espaço que Carol recebeu lá fora, a maioria dos internautas afirmaram que não sentem orgulho da funkeira, criticaram sua ida até a universidade norte-americana e disseram que seu discurso só envergonha o país.

No Facebook, a cantora publicou um desabafo e mandou as pessoas estudarem para um dia, quem sabe, serem como ela. “Me poupe, né?! Estou pouco me lixando pra vocês, nem conheço vocês. Vocês falam de um jeito engraçado, como se fosse conhecido, parente, sei lá”, iniciou ela, que não se sente na responsabilidade de orgulhar todos os brasileiros.

Gente, eu tenho que dar orgulho a minha bisavó, que me criou, honrar a educação que meus avós me deram. Estar viva aos 25 anos, depois de tudo que tive que passar sozinha, sem ter sido presa, sem usar drogas, sem ter tido filhos, é motivo de muito orgulho para minha vó, muito mesmo“, afirmou a cantora, que recentemente fez um desabafo sobre sua história de vida.

Ainda segundo ela, no post sobre as críticas após a ida até os Estados Unidos, o funk nunca a prejudicou, apenas ajudou a crescer na vida. “Realizei todos os sonhos da minha Bisavó através do funk putaria ou apologia, como muitos falam!”, disparou, ao lembrar que é a única mulher da família que tirou habilitação e não precisou de homem para nada.

“Estou falando de mais de quatro gerações, sou a única mulher da minha família. Sou a ÚNICA pessoa da minha família que pisou fora do Brasil. Vocês têm noção do que é ligar pra minha vó e dizer que estou indo para os Estados Unidos dar uma palestra?”, questionou.

Depois da publicação, muita gente saiu em defesa da cantora.