Mayra Cardi sugere novo trabalho a Arthur Aguiar: "Curso de sedução"

Bárbara Saryne
·2 minuto de leitura
A coach de emagrecimento entrou na brincadeira dos seguidores (Foto: Reprodução/Instagram/@mayracardi)
A coach de emagrecimento entrou na brincadeira dos seguidores (Foto: Reprodução/Instagram/@mayracardi)

Mayra Cardi provocou o riso de internautas após compartilhar uma brincadeira feita por uma seguidora na madrugada desta quarta-feira (22). A piada envolve o ex-marido da coach, Arthur Aguiar. O rapaz, que teve cerca de 23 amantes, está desempregado e quer parte dos lucros da empresa de Mayra.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

Como “solução” para o problema, a seguidora fez uma arte que divulga um curso fictício de sedução ministrado por ele. O “panfleto online” diz que cada aluno teria que pagar R$ 499: “Com os métodos apresentados nesse curso eu conto como cheguei a ter 16 amantes”.

Leia também:

A autora da montagem ainda escreveu uma mensagem especial para a coach. “Mayra, por que você não ajuda o Arthur Aguiar a montar um curso online? Que aí ele fica rico com o dinheiro dele e para de querer metade dos lucros das suas empresas”. Pelo visto, Mayra aprovou a ideia. Mesmo sem dizer nada, a musa compartilhou a montagem com emojis sorridentes.

Divisão de bens

A divisão de bens tem deixado Mayra Cardi preocupada. Segundo ela, casamento não pode ser visto como profissão. “Casamento para mim é parceria, uma coisa inteira, respeito mútuo, entrega, cumplicidade em todos os sentidos. Eu dou meu melhor, você dá também. Eu trabalho, você trabalha. Eu cuido do filho, você cuida também”, garante ela.

A ex-BBB deixa claro que não acha justo que os lucros da empresa sejam divididos não só por conta do comportamento dele, mas porque a empresa sempre foi dela. O ator, no entanto, garante que chegou a “trabalhar sério” com a ex no período em que ficou sem fazer novelas e, portanto, tem direito ao dinheiro.

"Sou contra roubo e bon vivant. Casamento não é profissão. Não é um trabalho. Sou contra, não interessa se é homem ou mulher, sou contra pessoas que abusam de pessoas. E o abuso aqui não está sendo verbal, emocional ou psicológico. Aqui está sendo abuso financeiro também", disparou a mulher.