Mayra Cardi diz que levou 'mais chifre que a cabeça pode carregar' e se afasta das redes

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A influenciadora digital Mayra Cardi, 37, resolveu se afastar das redes sociais. Em depoimento em seu Instagram, contou aos seguidores que só deverá voltar em 2021 a publicar para poder colocar as ideias em ordem. No desabafo, porém, acabou fazendo uma espécie de retrospectiva de seu 2020, ano em que se separou de Arthur Aguiar, 31, e foi o centro das atenções quando o assunto foram as polêmicas. "Esse ano entreguei mais do que tinha para dar. Tive mais decepções do que pude imaginar. Tomei mais chifre do que a cabeça pode carregar. Ainda assim, só temos o que precisamos", disse ela em sua despedida. Recentemente, Mayra foi flagrada ao lado do ex na entrada de um restaurante na zona oeste de São Paulo. O fato irritou alguns fãs que chegaram a dizer que haviam se cansado de defender a influenciadora enquanto ela se aproximava daquele que ela dizia tê-la traído. A reaproximação é esquisita, já que o ano de 2020 marcou a tentativa de Cardi de anular seu matrimônio com Arthur Aguiar. Ela quis usar o fato de ainda ser casada no papel com um outro homem nos Estados Unidos para tentar essa ação. Em uma série de vídeos pelas redes sociais, disse que o ex-marido sempre soube que o casamento deles não tinha validade justamente por conta desse imbróglio. Segundo ela, ambos haviam esquecido que ela continuava casada de papel passado com outro homem de nome Greto, nos Estados Unidos. Ele também é brasileiro. "Na época, eu tinha o documento americano para poder trabalhar e viver lá. Casamos no Brasil e também nos Estados Unidos, para que ele pudesse morar lá. Separamos, porém, me esqueci completamente que ainda tinha um documento de que eu era casada nos Estados Unidos. O Arthur sempre soube", afirmou na ocasião.