Mauricio de Sousa anuncia lançamentos e conversa com criador do Garfield na CCXP

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Mauricio de Sousa Produções revelou os lançamentos da Turma da Mônica e do selo Graphics MSP para 2022, neste domingo (5), no CCXP World 21. Monica Sousa entrevistou o pai, Mauricio de Sousa, sobre a coleção completa dos livros com o dinossauro Horácio, o editor Sidney Gusman, e Daniel Rezende, diretor do filme "Turma da Mônica - Lições".

Mauricio de Sousa falou do seu primeiro contato com os quadrinhos ainda criança quando encontrou uma revista na rua, levou para casa e pediu para a mãe ler. Ele contou ainda que se inspirou em um colega de escola para criar o dinossauro Horácio e que as histórias dele próprio foram transferidas para as do personagem.

Na conversa, Maurício anunciou o lançamento de mais livros da coleção do personagem Horácio e de uma caixa para guardar os quatro volumes. Segundo ele, o primeiro volume do livro 'Horácio Completo: 1963 a 1969' quando foi lançado vendeu 1.000 exemplares em apenas quatro minutos pela internet.

Gusman, editor do selo Graphics MSP, falou das novidades ,como Franjinha e Magali, que serão lançados no próximo ano. Entre os lançamentos estão ainda o sexto volume de "Astronauta", de Danilo Beyruth; "Denise", de Cora Ottoni; "Anjinho", de Max Andrade, e "Mingau", de Ana Cardoso.

Já o diretor Daniel Rezende contou uma breve história da sua família com Mauricio de Sousa. Ele falou do critério de escolha dos atores da "Turma da Mônica - Lições" e da ansiedade para o lançamento do filme, em 30 de novembro.

Após anunciar os lançamentos para 2022, Mauricio de Sousa conversou com o cartunista norte-americano Jim Davis, criador do personagem Garfiled, sobre o processo de criação dos personagens e como delegam o trabalho para suas equipes.

Davis falou que trabalha à distância com uma equipe de 30 pessoas em estados diferentes dos Estados Unidos, como Ohio, Flórida, Virginia e Indiana. Ele disse que faz os roteiros, correções a aprova cada passo das tiras do desenho do Garfield. "O legal é que trabalho com as pessoas há mais de 25 anos, que conhecem o Garfield e posso confiar", diz Davis.

Davis revelou que já teve um gato, mas nunca um com o nome Garfield. Segundo ele, o gato foi moldado com personalidade de humanos e o nome do personagem é uma homenagem ao avô que era um "homem grande".

Questionado por Davis se é mais difícil desenhar com uma equipe, Mauricio respondeu que é mais fácil. "A equipe aumentou e me sobrou mais tempo para criar personagens", disse o brasileiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos