Mateus Carrilho não fica mais com fãs: “A pessoa jurídica fala mais alto”

Resumo da Notícia:

  • Mateus Carrilho despontou no cenário nacional com a Banda Uó

  • O cantor é um dos expoentes do cenário pop nacional e aclamado pela comunidade LGBTQIA+

  • Ele tem hits com Gloria Groove, Pabllo Vittar, Mc Dricka e outros mais

Mateus Carrilho está celebrando 11 anos de carreira desde o início da Banda Uó, grupo que fez parte durante seis anos, e contou ao Yahoo! Entrevista que não fica mais com fãs há um certo tempo. Ele se prepara para lançar o primeiro álbum solo nos próximos meses. 

“Já peguei fã, sim. não só um, como vários. Mas era nos tempos que a gente descia para a pista. Porque antes a gente fazia um show e depois ia para a pista dar beijo na boca, beber e acabar a festa na sarjeta junto com os fãs”, lembrou dos tempos que rodava o Brasil com o grupo.

Leia também:

Dos encontros na pista de dança, nenhum trauma. “Sempre foi muito gostoso, histórias maravilhosas pelo mundo afora. Só delícia só sucesso. Hoje faço show em lugares maiores e acaba sendo uma relação um pouco mais distante nesse sentido. E também aprendi a ser uma pessoa mais profissional. Acho melhor a pessoa jurídica falar mais alto nesse momento”, refletiu.

Resistência LGBTQIA+

Desde o início da carreira identificado como um artista LGBTQIA+, Mateus hoje percebe como representar um grupo em lugares de destaque foi importante para ele e para os fãs.

“Quando eu escuto os relatos, e as pessoas contam, o quanto nós fomos importantes para elas. Os artistas de hoje: Pablo, Glória, Urias... Isso é muito poderoso, grandioso. Porque foi muito forte no meio LGBT. Somos uma força grande. Antigamente nós não tínhamos noção disso. Fomos reconhecer isso bem depois”, ressaltou.

Mas nem tudo são vitórias para o cantor. “Ao mesmo tempo acho que o mercado ainda é muito conservador e é muito preconceituoso. Nós estamos aqui caminhando para lugares melhores, mas falta muito ainda”, destacou.

Carrilho usa Pabllo Vittar como exemplo. “Ela já conquistou tanta coisa, hoje em dia é uma das maiores artistas do país - e isso sem dúvida nenhuma. E você percebe como, ainda assim, portas não se abrem”, avaliou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos