Maternidade, climão familiar e pegação: musas e rainhas contam desafios de Carnaval

·3 min de leitura
Cintia Mello, Lumena e Savia David (Foto: Báarbara Martinez/Yahoo e Reprodução / Instagram @lumena.aleluia e @photovanessacarvalho)
Cintia Mello, Lumena e Savia David (Foto: Báarbara Martinez/Yahoo e Reprodução / Instagram @lumena.aleluia e @photovanessacarvalho)

A famosa frase "quem vê close, não vê corre" se aplica também no Carnaval, e principalmente entre as musas e rainhas de bateria das escolas de samba. Responsáveis por comandar a percussão e animar os integrantes, elas entregam samba no pé, gingado e ótimas histórias. Em busca dos bastidores deste Carnaval, o Yahoo foi até o Holiday Inn Anhembi, hotel em São Paulo onde a maioria dos integrantes das escolas ficam hospedados se preparando para o desfile no Anhembi.

Maternidade

Rainha de bateria da Acadêmicos do Tucuruvi, Cintia Mello gosta de desenhar sua própria fantasia, mas neste ano tudo mudou. A professora de dança e bailarina, que usou um look com 500 penas de ema, acabou aceitando que algumas funções não daria conta de fazer. "Todo ano eu faço minha fantasia, mas esse ano, com a chegada da minha filha, Ana Laura, de 1 ano, não deu. Ela preenche minha vida, por isso não consegui ter tempo de fazer minha fantasia", disse ela enquanto vestia sua bota repleta de pedrarias.

Mais Carnaval 2022

Segundo ela, tudo mudou quando virou mãe, incluindo sua visão do Carnaval. "Muda demais voltar para a avenida após ser mãe. Tudo muda, a perspectiva é outra. A Cíntia mulher é outra, a filha, a amiga, tudo mudou. Foi uma metamorfose", entregou.

São Paulo x Rio de Janeiro

Savia David, rainha da Vila Maria, teve que fazer uma escolha muito difícil. Desfilando em São Paulo, ela deixou de lado a Beija-Flor por conta do calendário deste ano, que coincidiu as datas das duas capitais. “Com 14 anos que tenho de beija-flor, escolhi desfilar em São Paulo neste ano. Pensei em fazer igual à Sabrina Sato e desfilar nos dois Carnavais, mas os desfiles são no mesmo dia e em horários próximos", disse.

Emocionada, ela garante que foi uma escolha muito difícil, que nem todos compreenderam. Até porque, a família do seu marido é uma das fundadoras da escola carioca. "Conheci meu marido na Beija-Flor, tudo que tenho devo a escola. O que me fez escolher São Paulo foi que era impossível deixar a Vila Maria sendo rainha de bateria, já que na Beija-Flor sou musa, é mais fácil de substituir”, comentou.

Sobre a rixa da festa popular nas duas regiões, Savia opina. "O que vou falar é a minha vivência. No Rio, tenho a impressão que o Carnaval é maior, mas em São Paulo, o Carnaval é mais profissional. Temos um local [avenida] que é fechada o ano todo e só abre para o Carnaval, então não desgasta, não tem buraco, nem desnível na pista, diferente do Sambódromo, que é aberto o ano todo. Também não tem um hotel do lado para se arrumar igual São Paulo, tem mais segurança, conforto. No Rio, no último ano, tive que alugar uma van para me arrumar", entrega.

Pegação

Lumena na Tom Maior (Foto: Leo Franco/AgNews)
Lumena na Tom Maior (Foto: Leo Franco/AgNews)

A ex-BBB Lumena é musa da Tom Maior. Mesmo com a agenda intensa, ela está focada em garantir um romance. “Quero autorizar a pegação. Quero autorizar, porque estou solteira. Gente, me paquera! Quero viver romance, não quero viver tragédia mais, já paguei minha conta", brincou, dando risada.

Como é sua primeira vez desfilando, a ex-sister teve uma conexão diferente com o espetáculo, inclusive no quesito beleza. “Compreendi que meu corpo neste Carnaval é uma tela. Há toda uma preparação para desfilar. Eu falo com os profissionais de unha, cabelo, maquiagem e etc para se expressarem através do meu corpo. Eu amo! Até o final do ano passado eu não sabia andar de salto. Agora, tive todo um gerenciamento (risos). Estou com unha, pele em dia, usando até protetor solar!”

Nada de samba

Ao contrário do que pensam, não é só samba enredo que toca nos apartamentos dos membros da equipe. Lívia Nayara, musa da Acadêmicos do Tucuruvi, colocou The Weeknd e Harry Styles na playlist enquanto terminava de se arrumar para o desfile: "É o tipo de música que eu curto. Já coloquei para poder ficar mais tranquila, mais relaxada"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos