Marjorie Estiano perde contrato fixo com a Globo

***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 26.10.2019 - A atriz Marjorie Estiano. (Foto: Greg Salibian/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 26.10.2019 - A atriz Marjorie Estiano. (Foto: Greg Salibian/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Protagonista da premiadíssima série "Sob Pressão", Marjorie Estiano não teve seu contrato fixo renovado com a Globo. Após 18 anos, a atriz engrossa a lista de profissionais que pode negociar com outras emissoras e streamings, já que o vínculo agora será feito só por obra.

Marjorie,40, que estreou na Globo como a vilã Natasha na temporada de "Malhação Múltipla Escolha", em 2004. Na sequência, ela atuou em novelas como "Duas Caras" (2007), "Caminhos das Índias" (2009), "A Vida da Gente" (2010), "Lado a Lado" (2012), "Império" (2014) e "Justiça" (2016). São cinco temporadas de Marjorie à frente de "Sob Pressão".

A atriz não deve ficar muito tempo sem trabalho. Ela é preferida de Andrucha Waddington para seu novo projeto: uma série sobre a morte de Ângela Diniz. De acordo com a colunista Patrícia Kogut, Marjorie seria a protagonista da produção, que e se baseia na pesquisa do podcast "Praia dos Ossos", feito por Branca Vianna para a Rádio Novelo, sobre o assassinato da socialite pelo seu então namorado, Doca Street em 1976.

Vale lembrar que Isis Valverde também vai interpretar Ângela Diniz no longa diretor Hugo Prata (o mesmo que dirigiu a cinebiografia 'Elis'). São dois projetos sobre a tragédia envolvendo a socialite conhecida como a "Pantera de Minas", que foi assassinada com quatro tiros por Doca numa casa na Praia dos Ossos, no balneário fluminense. Apesar de ser réu confesso, Doca acabou se tornando vítima e alegou crime contra a honra. O assassinato de Ângela Diniz foi um dos primeiros casos famosos de feminicídio no Brasil, crime só tipificado no país em 2015.