Mario Vargas Llosa supera a covid e deixa o hospital

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
O escritor Mario Vargas Llosa durante evento em Madri, em 8 de outubro de 2019 (AFP/Pierre-Philippe Marcou) (Pierre-Philippe Marcou)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O escritor peruano Mario Vargas Llosa, vencedor do Nobel de Literatura, superou a covid e receberá alta do hospital em que foi internado na semana passada por complicações da doença, para seguir a recuperação em casa, anunciaram seus filhos no Twitter.

Vargas Llosa "venceu a covid. Agora, em casa para seguir com a recuperação", escreveram em suas contas no Twitter Álvaro e Morgana Vargas Llosa, ao lado de uma foto em que aparecem abraçados ao pai de 86 anos, sorridente, e de outro irmão, Gonzalo.

"Obrigado à ciência que salva vidas e à equipe médica por sua dedicação. Seremos sempre muito gratos. Eles lutam contra esta pandemia há dois anos. Toda nossa admiração para vocês", acrescentaram os filhos de Vargas Llosa na mensagem.

Os filhos do último representante vivo da geração dourada da literatura latino-americana anunciaram na sexta-feira que o pai estava internado em uma clínica de Madri por complicações relacionadas ao coronavírus.

"Ele e sua família agradecem as demonstrações de carinho que estamos recebendo", afirmou uma mensagem assinada por Álvaro, Gonzalo e Morgana, os três filhos que teve com a ex-esposa Patricia Llosa.

O autor de "A Cidade e os Cachorros", "Conversa no Catedral" e "A Festa do Bode" cancelou sua agenda da semana, na qual pretendia participar no lançamento em Madri de uma biografia de "Cervantes" de Santiago Muñoz Machado.

Antes de ficar doente, Vargas Llosa lançou no início de abril na capital espanhola, onde mora, seu livro mais recente, "La mirada quieta (de Pérez Galdós)", um ensaio sobre o autor espanhol Benito Pérez Galdós.

Vencedor do Nobel de Literatura em 2010, Vargas Llosa iniciou em 1959 a longa carreira literária, durante a qual escreveu romances, contos, um volume de memórias, ensaios, peças de teatro, livros de poesia e artigos para a imprensa, que ainda publica com regularidade no jornal espanhol El País.

Vargas Llosa obteve a cidadania espanhola em 1993.

du/rs/zm/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos