Mario Frias erra português ao agradecer a elogios de Eduardo Bolsonaro

·1 minuto de leitura
O secretário da Cultura errou a grafia da palavra
O secretário da Cultura errou a grafia da palavra "acesso" (Foto: Reprodução/Twitter)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O secretário da Cultura, Mario Frias, cometeu um erro gramatical ao comentar numa publicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), no Instagram, nesta segunda-feira (23). 

"Muito obrigado, a luta é diária e sem direito a descanso. Vamos trabalhar incansavelmente para que todos os brasileiros tenham assesso a Cultura", escreveu Frias, errando a grafia da palavra "acesso". Pouco tempo depois, ele editou o comentário para corrigir o erro. Na postagem, o deputado tece críticas à classe artística brasileira, ao PT e ao funcionamento da lei Rouanet. 

Leia também

Em vídeo, Eduardo diz que parte das pessoas que não gostam do governo Bolsonaro quer somente retornar ao que chamou de "as tetas do Estado". O deputado também elogiou Frias. 

"Mario Frias e André Porciuncula fizeram o que qualquer gestor privado lúcido faria", escreveu Eduardo. Essa não foi a primeira vez que Frias erra grafia de palavras. Em julho de 2020, o secretário publicou uma frase com a palavra "agradeçe" e virou motivo de piada nas redes. E em março deste ano, apareceu num vídeo institucional legendado de maneira errada.

Veja mais: Samara Felippo fala sobre relacionamento aberto no Yahoo Entrevista