Marina Lima lamenta a morte da ex-namorada Gal Costa

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 23/03/2018 - a cantora Marina Lima antes da estreia da peca
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 23/03/2018 - a cantora Marina Lima antes da estreia da peca

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Marina Lima, 67, usou o seu perfil nas redes sociais para fazer uma homenagem a Gal Costa nesta quinta-feira (10), um dia depois da morte da cantora, aos 77 anos, de causa não divulgada.

"Nem sei dimensionar a importância da Gal na minha escolha profissional. Aos 12 anos, recém-chegada dos EUA, quando a vi no programa do Chacrinha, guitarra em punho, cabelos enrolados, diferente de tudo que conhecia daqui, descobri que poderia haver um lugar para mim e a minha musicalidade no Brasil", começou ela em uma publicação com emojis de estrelas e de coração.

Apesar de tanto afeto, as duas estavam estremecidas há anos. Tudo porque em uma entrevista, em 2008, Marina revelou ter perdido a virgindade com Gal, aos 17 anos, engatando num relacionamento.

Sempre discreta em relação à sua vida pessoal, Gal não gostou de ter sua intimidade exposta e chegou a dizer que "não conhecia ninguém com esse nome", ao ser perguntada sobre Marina em uma entrevista posterior. Marina ficou magoada e chegou a publicar um desabafo em seu blog.

"Sinceramente, não imaginava uma repercussão dessas. Acho uma loucura que essa entrevista tenha tomado essa proporção toda. Isso só me confirma o quão de retrógrado está tudo, justamente quando o mundo briga e clama por mudanças... Chega a ser ridículo", disparou.