Marido de Gabriela Pugliesi agradece por crise e aprendizado após voltar ao Instagram

***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 25.03.2017: LOLLAPALOOZA-SP - A blogueira Gabriela Pugliesi no Lolla Lounge, durante o Lollapalooza 2017 em Interlagos na zona sul de São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Erasmo Viana, marido da influenciadora Gabriela Pugliesi, usou suas redes sociais para falar sobre a polêmica que o casal protagonizou nas últimas semanas e agradeceu pela crise e pela oportunidade que ela deu para ele aprender. "Eu precisava desses dias para mim, para assimilar tudo isso", disse.

A vídeo do atleta e modelo foi postado algumas horas depois de ele retornar ao Instagram. Tanto ele quando Pugliesi haviam deixado a rede social após serem fortemente criticados por darem uma festa na casa deles durante a quarentena do novo coronavírus. A influenciadora ainda não retornou à rede social.

"Depois de alguns dias de detox, muita reflexão, meditação e muito aprendizado, obviamente, estamos de volta", afirmou ele. "Os dois primeiros dias foram difíceis, mas a gente agradece pela crise e pela oportunidade de aprender. Só dessa forma a gente consegue parar. Foi um momento de muita introspecção."

Erasmo, que tem 1,4 milhão de seguidores, e Pugliesi, que tinha 4,4 milhões, receberam uma enxurrada de críticas de anônimos e famosos por promover a festa, que teria sido para a ex-BBB Mari Gonzalez, que havia acabado de sair do reality. Após a grande repercussão negativa, ela chegou a pedir desculpas e declarou estar arrependida, antes de desativar sua conta no Instagram.

Pugliesi pode ter tido prejuízo de R$ 3 milhões com as quebras de contratos publicitários após a repercussão da festa. A estimativa é resultado de um levantamento realizado a pedido da revista Forbes pela empresa Brunch, agência que gerencia a carreira de influenciadores digitais.

Ainda segundo a empresa, as quebras de contrato podem configurar, inclusive, pagamento de multas. A influenciadora perdeu mais de cinco contratos publicitários, com marcas como Grupo Hope, Mais Pura, Desinchá, Liv Up e Fazendo Futuro. A Kopenhagen declarou não concordar com a postura de Pugliesi e informou que o contrato com ela era pontual e foi encerrado em março, sem intenção de renovação.

Vale lembrar que Gabriela Pugliesi confirmou que contraiu o novo coronavírus em março, após a festa de casamento de sua irmã na Bahia. Vários convidados apresentaram sintomas depois do evento, inclusive a cantora Preta Gil, 45, e a influenciadora Shantal Verdelho e seu filho, Filippo, de apenas um ano.