Mariana Ximenes e Selton Mello gravam novela 'Nos Tempos do Imperador' na praia

·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO/SP BRASIL. 09/11/2017 - Mariana Ximenes. (foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO/SP BRASIL. 09/11/2017 - Mariana Ximenes. (foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os atores Mariana Ximenes, Selton Mello, Leticia Sabatella e Bruna Griphao gravam nesta terça (15) cenas da novela "Nos Tempos do Imperador", da Globo, na praia de Abricó, na zona oeste do Rio. Os artistas usam trajes de época nas filmagens, já que a trama trata do Brasil nos anos 1800 e sua política monárquica, dando continuidade à novela "Novo Mundo", exibida em 2017 e reprisada ano passado.

Prevista inicialmente para o fim de março de 2020, a estreia da história escrita por Alessandro Marson e Thereza Falcão já foi adiada algumas vezes por causa da pandemia do novo coronavírus. Em março, em anúncio na TV, a Globo disse que "Nos Tempos do Imperador" vai ao ar a partir de agosto deste ano. Atualmente, na faixa das 18h é reprisada "A Vida da Gente" (2011)

Se em "Novo Mundo" Caio Castro interpretava D. Pedro 1° em um cenário de luta pela Independência do Brasil, a nova produção marca o retorno de Selton Mello às novelas após 20 anos longe delas. O último papel do ator foi como Abelardo, em "Força de um Desejo", em 2000.

Como D. Pedro 2°, o ator dará vida ao viajante imperador, querido pelo povo, que trabalha pelo progresso do país e para ampliar os horizontes da população investindo na educação. Ao lado dele está a imperatriz Teresa Cristina (Leticia Sabatella), com quem tem as filhas Leopoldina (Melissa Nóbrega/ Bruna Griphão) e Isabel (Any Maia/ Giulia Gayoso), fruto de um casamento político.

Elas são ensinadas por uma mulher moderna, a Condessa de Barral Luísa (Mariana Ximenes), que desestrutura D. Pedro 2° com a força e beleza.

"Voltar às novelas 20 anos depois, dando vida a um personagem mitológico de nossa história, sempre me dá insônia e medo. Mas tudo isso é combustível para ir além", disse o ator em entrevista ao F5 em 2020.

Mello viverá o personagem em diferentes fases, desde o fim de sua juventude até os momentos próximos a sua morte, passando por uma caracterização feita em detalhes que acompanha cada um desses períodos de sua vida. Quanto à construção interna, Mello diz que assistir a Caio Castro e Letícia Colin como D. Predo 1º e Maria Leopoldina, em "Novo Mundo", foi essencial.

"Acho que o público vai se encantar com a trama, com as escolhas dos autores e da direção, e se impressionará com as semelhanças estruturais de nosso país, mesmo tendo passado mais de 150 anos", afirmou Mello.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos