Mariana Rios fala sobre aborto e sonho premonitório: “Alguma coisa me dizia que ia ser assim”

Após ter sofrido um aborto espontâneo, Mariana Rios contou em um vídeo divulgado nas redes sociais sobre um sonho que teve antes de descobrir a sua gravidez.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

"Há mais ou menos dois meses, eu tive um sonho com o meu irmão e eu nunca tinha sonhado com ele. Meu irmão faleceu aos dois anos de idade. Eu tinha quatro anos na época e eu sempre pedi muito nas minhas orações que ele viesse me encontrar aqui”, disse a atriz.

Leia também

Mariana contou que no sonho ela reencontrava com o seu irmão e seu pai a alertava que ela só poderia ficar com ele durante 24 horas. “Meu pai dizia: 'Descobriram uma forma de uma pessoa que já foi de reviver. Então, ele está aqui e nós temos 24h para aproveitá-lo. E colocou ele no meu colo. No sonho ele era um bebê de colo e eu ficava com ele, ele ria para mim e eu ria para ele o tempo inteiro”, explicou.

Durante o sonho, Mariana viu os olhos dos irmãos se fecharem e era lembrada pelo seu pai que tinha que deixá-lo ir embora. "Quando eu acordei eu estava muito emocionada, olhei para o Lucas e falei que tinha acabado de sonhar com o meu irmão e eu tinha certeza que eu estava grávida. Já liguei para o meu médico e comprovou aquilo que eu já sabia. Eu não contei para os meus pais do sonho”.

Quando descobriu que tinha sofrido um aborto espontâneo, Mariana lembrou do sonho. “Alguma coisa me dizia que ia ser assim, que ia chegar, ia ficar um pouquinho, ia escancarar todos os meus sorrisos e que ia partir porque precisava partir. Mas eu não queria acreditar. Então eu vivi. Na sexta, quando fomos fazer o exame de rotina e o coração parou de bater”, falou

Mariana contou que chorou muito e ainda está superando a notícia do aborto, mas está encarando a dor como um aprendizado. "Eu agradeci por tê-lo ajudado e amado o tempo que ele precisava”, completou.