Mariana Goldfarb diz não ter ciúme de Cauã Reymond: 'Coração tranquilo'

Foto: Manuela Scarpa/Brazil News

Recém-casada com o ator Cauã Reymond, Mariana Goldfarb não quis falar sobre o casório em encontro com a imprensa nesta segunda-feira (29). A modelo afirma que entende o assédio dos fãs e o interesse dos jornalistas, proibidos de fotografar a festa, mas gostaria que todos também compreendessem que privacidade é bom e todo mundo gosta.

Somos pessoas com a vida pública, mas a nossa relação é completamente privada e acho que isso só diz respeito a nós. O que posso dizer é que o casamento foi lindo“, resumiu ela. Ainda sobre a cerimônia, Goldfarb revelou que não chorou e que é uma pessoa muito tranquila em vários aspectos.

No último fim de semana, por exemplo, Cauã postou uma foto em que aparece de cueca e recebeu muitos elogios. Mariana, porém, não sentiu nem um pouquinho de ciúme. “Estou bem. Não sou boba, meu coração é tranquilo. Entendo que é o trabalho dele. Sinto orgulho e quero sempre estar ao seu lado, apoiando sempre, assim como ele faz comigo”, afirma.

 

“Todo mundo está comendo bem agora. Alimentação muda tudo. O humor é um bom exemplo. Não gosto de ficar dando dicas sobre isso porque é um assunto muito vasto, mas a alimentação e o sono são tudo. Durmo bem todos os dias, acho que o segredo é ter a consciência tranquila”, garante ela, que não vê problema em falar abertamente sobre o período em que precisou encarar a anorexia.

Leia mais: Grávida, Laura Neiva diz que sempre teve o instinto materno aflorado

“Foi uma fase bem difícil e que veio por causa dessa pressão que as pessoas têm umas com as outras. Serviu para aprender e mostrar que é real, acontece. Por isso toco no assunto. É bom as pessoas verem que a gente sempre pode pedir ajuda e ficar bem”, explica.

Motivada pelas mudanças após a doença, a mulher de Cauã Reymond também revelou que está com o projeto de um programa de TV engatilhado. Por enquanto, está negociando com algumas emissoras e não tem como dar detalhes, mas adianta que pensa em falar sobre bem-estar de maneira geral. “Quero trazer pautas de comportamento e a comida está envolvida nessa questão da anorexia”, conta.