Maria Melilo comenta paqueras na quarentena: “Pedido de casamento”

Patrick Monteiro
·3 minuto de leitura
Maria Melilo tem se reinventado na quarentena(reprodução / instagram @mariamelilo)
Maria Melilo tem se reinventado na quarentena(reprodução / instagram @mariamelilo)

A quarentena tem proporcionado bons momentos para Maria Melilo, mesmo na dor. Isolada com a mãe, em São Paulo, a empresária está se reinventando ao investir mais nas redes sociais após terminar um namoro de oito meses.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

“Estar com a minha mãe me ajudou a não sofrer. Acho que foi o primeiro término que não chorei uma lágrima. Ela é médica e pastora e me passa uma força e uma garra muito grande”, diz ao Yahoo!.

Leia também

A empresária namorava o também empresário Arnaldo Pereira Filho, que é 40 anos mais velho do que ela. Mas como ela disse, nada de tristeza. “Muitas paqueras. Tenho várias amigas que casaram com pessoas que conheceram no Instagram e queria saber como elas conseguem e eu não (risos)”, brinca.

E completa: “Já tive pedido de namoro, de casamento. Mas falo assim: ‘Vamos esperar a pandemia passar, vamos com calma’. Eles dizem que querem aproveitar que estou solteira, mas como vou aceitar um pedido desses sem conhecer a pessoa pessoalmente?”, questiona.

Maria ressalta que não é tipo de criar relações virtuais. Ela nunca entrou em aplicativos como o Tinder e todos os seus namoros começaram através de contatos pessoais, com amigos de amigos em eventos. “Gosto de olhar no olho, de encontrar, fico com o pé atrás de saber quem é a pessoa”, avisa.

Descobertas

Durante a pandemia Maria se permitiu trocar mais com seus cerca de 175 mil seguidores. “Tenho feito lives todos os dias, a convite de pessoas ou só eu mesmo. Começo a falar com fãs do mundo todo, tenho conhecido tanta gente. Isso tem feito muito bem pra mim, amigas que não via anos e voltamos a nos falar”, afirma.

Ela também fez uma campanha com amigos empresários que proporcionou a doação de 1,6t de alimentos para uma instituição de caridade. Maria também tem dado suporte à mãe, Alícia Inês, 69, que é médica cardiologista e pastora e está afastada do trabalho por estar em alguns grupos de risco da Covid-19.

“Muitos médicos e enfermeiros, amigos dela do hospital que trbalha, já vieram a óbito por Covid. Tem pessoas que não estão levando a sério a pandemia e o vírus. Estamos no meio de uma guerra. Agora temos que nos proteger, nos cuidar”, ressalta.

Após enfrentar um câncer de fígado e se curar em 2019, a empresária acredita que esta pandemia é um divisor de águas. “Isso veio para mudar a vida de todo mundo. Vamos mudar os valores, dar valor àss coisas simples: como estar vivo. temos que orar mais, ficar mais próximos de Deus”, comenta.

Realities

Depois de vencer o ‘Big Brother Brasil’ em 2011, Maria está aberta a novos convites. “Entraria sim em outros, tanto no ‘BBB’ como em ‘A Fazenda’”. Quase 10 anos depois da primeira experiência, ela ressalta que não mudaria: “Ganha quem se joga e não quem joga. Seria a Maria que gosta de conversar, é autêntica, que tem força e garra. Mas também que é sensível”, lembra.