Maria Bruaca da vida real: "Meu marido ficou com a minha irmã e me ameaçou por 20 anos"

Maria Bruaca sofre com o marido em
Maria Bruaca sofre com o marido em "Pantanal" (Foto: Divulgação/Globo)

Não são poucas as mulheres que se identificam com Maria Bruaca (Isabel Teixeira) em "Pantanal". Maridos arrogantes, machistas, que traem e fazem ameaças infelizmente não são exclusividade das histórias da ficção. Sônia* (nome fictício) viveu isso na pele e se identificou com a personagem de Isabel Teixeira quando começou a assistir a trama de Maria Bruaca na novela da Globo.

"Sempre fiz tudo em casa, sou muito organizada, amava cozinhar, mas comecei a perceber que não estava feliz naquele lugar", diz ela, que foi casada durante 20 anos com um médico legista que nunca a agrediu fisicamente, mas humilhava, traía e ameaçava ficar com a guarda do único filho do casal.

"Eu era muito inocente, tinha pesadelos com isso e acreditava em tudo porque ele tinha contato com juízes. Foram anos de sofrimento. Ele fazia brincadeiras tontas do tipo 'nossa, quando casamos você era bem mais gostosinha'", diz a mulher, que se viu no fundo do poço a cada nova descoberta envolvendo o companheiro.

As traições

Sônia já imaginava que o marido a traía e confirmou a suspeita depois que passou a receber ligações anônimas com a informação. Nas chamadas, ela era procurada como "a chifruda" e até tentava fazer contato, mas não tinha mais respostas de quem ligava para perturbar. O número de telefone da casa foi trocado várias vezes e o caso não deixava de se repetir.

A rotina de Sônia era resumida a limpar a casa com piscina e jardim, cozinhar, cuidar dos 10 cachorros e do filho. O médico fazia chacota do seu passado, da cidade que ela nasceu e dos seus familiares, mas não hesitou em se relacionar com a cunhada.

Maria Bruaca ficou mal após assédio de Levi (Foto: Reprodução/Globo)
Maria Bruaca ficou mal após assédio de Levi (Foto: Reprodução/Globo)

A "Maria Bruaca da vida real" conta que por um período a irmã mais nova foi morar em sua casa e foi visível a ligação dela com o seu marido. Tudo isso a deixou ainda mais magoada e infeliz. "Percebia muito jogo de charme. Ela era muito bonita e rebelde. Parecia que eu não existia. Sabia que tinha algo errado. O faro feminino não falha", lamenta.

Assim como Bruaca é desprezada por Tenório (Murilo Benício), Sônia também se sentia rejeitada pelo marido. Quando sua mãe sofreu um AVC, por exemplo, o médico não ajudou em nada e ainda proibiu que outras pessoas a ajudassem nos cuidados diários. "Era um desprezo com minha mãe, ele nem a visitava no quarto. Meu filho que ajudava a cuidar, tirar da cama, dar banho", conta.

A volta por cima

Com o filho já adulto, Sônia tomou coragem para sair de casa. "Uma noite cheguei com cara e coragem e falei que ia embora. Ele não disse uma palavra. No dia seguinte, saí de casa com a roupa do couro. Procurei minha amiga advogada que fez um B.O. (boletim de ocorrência) colocando que sofria de tortura emocional", recorda.

O ex-marido demorou 7 anos para assinar o divórcio mesmo já morando com outra mulher. Durante o processo, Sônia teve anorexia e depressão. Os primeiros anos foram difíceis. Ela foi morar em uma casa simples em outra cidade e precisava da ajuda do filho até para ter forças para levantar da cama.

Maria Bruaca se libertou no rio (Foto: João Miguel Júnior/Globo)
Maria Bruaca se libertou no rio (Foto: João Miguel Júnior/Globo)

Sem plano de saúde para fazer o tratamento psiquiátrico, a mulher pensou em tirar a própria vida. Um médico se sensibilizou com a história e passou a atendê-la de graça. Recuperada, Sônia começou a enviar currículos, conseguiu um emprego e seguiu em frente.

Diferentemente da personagem de "Pantanal", a "Maria Bruaca da vida real" não quis se envolver com outros homens e segue fazendo terapia para lidar com os traumas da relação abusiva. Em breve, a novela também mostrará as consequências que o casamento com Tenório trouxeram para a vida de Maria Bruaca de forma mais dramática.

*O nome foi trocado para preservar a entrevistada

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos