Maria Bopp rebate perfis que divulgam suas fotos nua

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Maria Bopp, 29, tem acompanhado há duas semanas uma série de ataques a ela por parte de perfis falsos por causa de suas visões políticas. Por conta de seu posicionamento contra o presidente Jair Bolsonaro, tem recebido diversas imagens dela nua interpretando Bruna Surfistinha. Porém, isso não a afeta. "Fico muito feliz que cada dia mais esse trabalho está indo para o mundo. Há umas duas semanas, tiveram uns perfis fakes comentando as minhas publicações do Twitter com fotos minhas nuas tiradas de cenas da série para me constranger. Como se isso fosse motivo de vergonha", disse ela em uma de suas publicações. "Eu amo ter sido a Bruna. Entreguei meu corpo para contar uma história que vai muito além de uma 'apologia' à prostituição e quem assiste a série sabe disso. Então que me mostrem à vontade. Tem infinitos ângulos espalhados em quatro temporadas para vocês escolherem", emendou. Na série "Me Chama de Bruna", disponível no Globoplay, a prostituta Raquel (Maria Bopp) -mais conhecida pelo codinome Bruna- enfrenta os pais para viver a vida que decidiu viver, na safra de um dos mais bem-sucedidos seriados nacionais. A trama ainda mantém pontos de contato com a história real de Bruna Surfistinha, que também virou livro e filme.